fronteiras camiões iru

FECTRANS exige reposição dos tempos de repouso no transporte rodoviário de mercadorias

TerrestreComentários fechados em FECTRANS exige reposição dos tempos de repouso no transporte rodoviário de mercadorias293
Tempo de Leitura: 2 minutos

A FECTRANS (Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações) esteve reunida, no passado dia 12 de Maio, com o Ministro das Infra-estruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, tendo deixado claro que pretende a reposição dos tempos de repouso e descanso para o sector do transporte de mercadorias, uma legislação derrogada face à disseminação do Covid-19, noticiou a Lusa.

«Da parte da FECTRANS, foi colocada a reivindicação de se por fim à derrogação da legislação sobre os tempos de condução e de repouso», vincou, em comunicado, a entidade, que apelou ao Governo a adopção de uma postura de oposição, no âmbito da discussão do tema a nível europeu, à possibilidade da medida excepcional se transformar em «definitivo», caso contrário, será deitado «por terra todo o esforço que foi feito no âmbito da negociação do CCTV – Contrato Colectivo de Trabalho Vertical».

No encontro com o Executivo, a federação alertou ainda para «um conjunto de problemas» que decorrem da aplicação do acordo quadro de cargas e descargas. No que se refere ao sector portuário, foi reforçado o compromisso de que qualquer processo negocial tem que ter também a participação dos sindicatos filiados na FECTRANS. A federação revelou que Pedro Nuno Santos assumiu o compromisso de analisar o processo negocial referente às condições dos pilotos de barra. A reunião aflorou ainda o processo de concessão dos CTT, tendo a federação defendido a necessidade de o Governo ouvir as propostas das organizações que representam os trabalhadores, argumentando que «a questão passa pela renacionalização».

A FECTRANS não deixou de fora o sector ferroviário, levantando questões relativas à retoma da actividade, nomeadamente no que se refere aos equipamentos de protecção e à exigência que é feita nalguns serviços de os trabalhadores desinfectarem as máscaras de protecção. Foi também analisada a admissão de trabalhadores nas áreas operacionais das empresas.

Com Lusa

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com