IP ferrovia

Ferrovia 2020: apenas 3 dos 20 projectos do plano de investimentos estão finalizados

Terrestre Comentários fechados em Ferrovia 2020: apenas 3 dos 20 projectos do plano de investimentos estão finalizados 128
Tempo de Leitura: 2 minutos

O plano de investimentos Ferrovia 2020, que se encontra a ser executado, tem apenas três dos vinte projectos previstos finalizados, o que corresponde a 5% do número de quilómetros de via férrea que deveriam ser modernizados ou construídos até ao final de Dezembro – a reportagem é do ‘Público’.

Ferrovia 2020: só 5% do número de quilómetros foi modernizado ou construído

Segundo o jornal, apenas 5% do número de quilómetros de via férrea previstos no programa de investimentos Ferrovia 2020 foram modernizados ou construídos. Na reportagem do ‘Público‘, adianta-se ainda que, dos 2,1 mil milhões de euros de investimento público previsto, 79% estão em fase de obra, já concluídos ou ao serviço. Recorde-se que o programa deverá ser finalizado até ao ano de 2023 – garantia do Ministro das Infra-estruturas.

A variante da linha da Beira Baixa à Beira Alta e a modernização do troço de 11 quilómetros entre Évora e a fronteira, bem como do troço Alfarelos – Pampilhosa, na linha do Norte, são os três projectos que se encontram perto da conclusão. Os restantes 19 só deverão estar executados no decorrer de 2023. Dos projectos que se encontram actualmente em execução, que representam 227 quilómetros de vias férreas, o ‘Público’ salienta os 100 quilómetros de linha nova entre Évora e Elvas e, por exemplo, a electrificação da linha do Minho entre Viana do Castelo e Valença.

Recorde-se que o líder da pasta das Infra-estruturas, Pedro Nuno Santos, afiançou, em Fevereiro de 2020, que o programa deverá estar concluído na sua totalidade em 2023. A garantia foi dada durante a visita do Secretário de Estado da Energia dos EUA ao Porto de Sines. O Ministro das Infra-estruturas acompanhou o representante do Executivo de Donald Trump durante a visita ao porto alentejano – ver aqui reportagem da Revista Cargo.

«Neste momento estamos a fazer um grande trabalho de recuperação para garantir que até ao final de 2023 nós sejamos capazes de ter o Ferrovia 2020 concluído. É esse o trabalho que nós estamos a fazer, trata-se de uma grande corrida para assegurar que o país não perde fundos comunitários e conseguirmos cumprir aquilo que é o programa Ferrovia 2020, que é estruturante para o nosso país», declarou, à data, Pedro Nuno Santos.

Fonte: Público

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com