Gerrit Marx

Gerrit Marx: «Colaboração entre a Iveco e a Edison dará impulso à mobilidade sustentável»

Terrestre, Veículos Comentários fechados em Gerrit Marx: «Colaboração entre a Iveco e a Edison dará impulso à mobilidade sustentável» 225
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Iveco e a Edison firmaram uma parceria que tem como grande propósito fomentar, em Itália, a mobilidade sustentável, apoiada nas potencialidades descarbonizadoras do gás natural, uma solução presente que se encontra já bastante evoluída, ao contrário do hidrogénio.

Gerrit Marx: Mobilidade a gás natural representa «grande aposta no nosso presente»

«A mobilidade a gás natural representa uma grande aposta no nosso presente e no nosso futuro. Trata-se de um primeiro passo, mas importante, rumo à descarbonização do sector dos transportes, tendo os nossos esforços pioneiros neste domínio dado frutos: somos os actuais líderes do mercado, com 55% de quota na Europa para camiões a GNL», começou por declarar Gerrit Marx, CEO designado, do Grupo Iveco.

«A colaboração entre a Iveco e a Edison irá dar um impulso adicional à mobilidade sustentável, que se verá reforçada pela introdução gradual de biometano nos planos de desenvolvimento do projecto. A Iveco já disponibiliza tecnologia praticamente neutra em CO2 para camiões pesados quando o motor está a funcionar com biometano renovável: isto demonstra ainda mais o nosso compromisso genuíno e roteiro claro para enfrentar os apelos urgentes à acção, no debate sobre as alterações climáticas», prosseguiu Gerrit Marx, citado por um comunicado do grupo.

FPT Industrial IVECO W WAY NPO acordo baseia-se no reconhecimento do papel vital que a G-Mobility (mobilidade GNL e GNC) desempenha no processo de descarbonização de Itália e baseia-se na posição única que as duas empresas detêm no desafio da transição energética: a Edison como operador verticalmente integrado ao longo de toda a cadeia de valor do GNL, e a Iveco como um dos principais produtores de veículos comerciais a gás natural.

A colaboração entre a Edison e a Iveco visará, igualmente, a identificação de modelos de negócio capazes de proporcionar soluções à medida para a mobilidade ‘G’, que favoreçam a conversão para GNL de frotas, através de um Custo Total de Propriedade (TCO, ou seja, o custo total de gestão do veículo, incluindo compra, manutenção e combustível) que seja competitivo em comparação com os combustíveis tradicionais e contribui para a introdução gradual de biometano e bioGNL para uma economia circular e descarbonização, explicaram as duas marcas, em comunicado.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com