GNL: ExxonMobil e Qatar Petroleum investem em infra-estrutura para exportar 16 milhões de toneladas ao ano

Marítimo Comentários fechados em GNL: ExxonMobil e Qatar Petroleum investem em infra-estrutura para exportar 16 milhões de toneladas ao ano 270
Tempo de Leitura: 2 minutos

A ExxonMobil – em parceria com a Qatar Petroleum – anunciou recentemente que irá desenvolver uma instalação de exportação de gás natural liquefeito (GNL), apelidada de Golden Pass, em Sabine Pass, no estado do Texas. Esta decisão integra o plano de cinco anos gizado pela ExxonMobil de investir cerca de 50 mil milhões de dólares na expansão das suas operações nos EUA e custará 10 mil milhões de dólares.

A capacidade de produção da infra-estrutura será de aproximadamente 16 milhões de toneladas de GNL por ano e, quando se encontrar a carburar sem obstáculos (as estimativas apontam para 2024), será uma crucial fornecedora de GNL para o mercado global, vincou a ExxonMobil. A construção arrancará dentro de poucos dias e contará com a participação de cerca de nove mil trabalhadores, que edificarão a infra-estrutura.

Golden Pass «permitirá um fornecimento maior e mais confiável de GNL para os mercados globais»

A infra-estrutura de Golden Pass «permitirá um fornecimento maior e mais confiável de GNL para os mercados globais, estimulará o crescimento local e criará milhares de empregos», disse Darren Woods, presidente e director executivo da Exxon Mobil Corporation, na sequência do anúncio. Este desenvolvimento poderá ter um efeito directo na configuração do abastecimento europeu de GNL, ainda para mais depois do presidente dos EUA ter garantido que os próximos anos presenciarão uma intensificação das exportações do produto rumo ao mercado comunitário.

Portugal poderá também ser parte interessada nesta equação: esta potencial intensificação das exportações de GNL, do mercado americano para a União Europeia (algo tido como essencial para a diversificação do abastecimento energético da Europa e consequente redução da dependência de alguns players do Médio Oriente, por exemplo) poderá permitir que o Porto de Sines assuma o papel de hub de transhipment deste produto, uma vez que está capacitado para tal, como já frisou a Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com