Corredor Sines Governo infra-estruturas

Governo discutiu infra-estruturas com Câmara Municipal de Sines, IP, APS, aicep e PSA Sines

Empresas, Logística Comentários fechados em Governo discutiu infra-estruturas com Câmara Municipal de Sines, IP, APS, aicep e PSA Sines 601
Tempo de Leitura: 3 minutos

Nuno Mascarenhas reuniu-se com vários membros do Governo e representantes empresariais – a reunião, realizada através de plataformas digitais, teve como objectivo analisar as perspectivas de desenvolvimento de infra-estruturas fundamentais para o concelho de Sines.

A reunião do presidente da Câmara Municipal de Sines com os membros do Governo contou com a presença de três secretários de Estado: Eurico Brilhante Dias (Internacionalização); Alberto Souto de Miranda (Adjunto e das Comunicações, que tutela o sistema portuário); e Jorge Delgado (pasta das Infra-estruturas). A reunião teve ainda a presença do vice-presidente das Infra-estruturas de Portugal (IP), dos presidentes da Administração do Porto de Sines (APS) e da aicep Global Parques (gestora da Zona Industrial e Logística de Sines), José Luís Cacho e Filipe Costa, respectivamente.

Na discussão, que também envolveu diversas empresas do ecossistema portuário e industrial de Sines, nomeadamente a PSA (concessionária do Terminal XXI), a Indorama, a Repsol Polímeros, a Air Liquide, a Euroresinas e ainda a Embraer (sediada em Évora), esteve «o planeamento de infra-estruturas essenciais para o desenvolvimento do complexo portuário, logístico e industrial de Sines, bem como os investimentos que as diversas empresas instaladas prevêem para o curto e médio prazo», adiantou à Revista Cargo o município de Sines.

Recorde-se que o Governo tem inscrito no ‘Plano Nacional de Investimentos 2030’ verbas consignadas a novas infra-estruturas que servirão Sines, nomeadamente a ligação da A26 à A2, a ligação ferroviária à linha do Sul, e os investimentos portuários na expansão do Terminal XXI e no futuro Terminal Vasco da Gama, além da expansão da ZAL – Zona de Actividades Logísticas e diversos investimentos na área do GNL. «É muito positiva a iniciativa do Governo de vir discutir com as instituições e com as empresas», considerou Nuno Mascarenhas.

O facto de o Executivo ter mobilizado «três secretários de Estado», é, lembrou o autarca, «um sinal de que o investimento nas infra-estruturas indispensáveis ao desenvolvimento do Complexo Industrial, Logístico e Portuário de Sines está no topo da agenda». Nuno Mascarenhas sublinhou ainda que «o Governo tem que ter consciência de que o sucesso do Complexo de Sines é vital para o crescimento económico nacional, nomeadamente à inserção competitiva do nosso país no comércio europeu e global de energia e bens».

«Vamos continuar a acompanhar esta temática, com especial empenho na ligação em auto-estrada desde Sines até à A2, não descurando a melhoria da ligação ferroviária de mercadorias indispensável à competitividade do Porto de Sines. É incompreensível que o maior porto e a maior zona industrial nacional, 40 anos depois da sua criação, não disponham ainda de adequadas infra-estruturas. Acredito que com este Governo está criada uma oportunidade única para suprir esta lacuna e assim também relançar a economia da região e do País», concluiu Nuno Mascarenhas.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com