Governo dos Açores agiliza contratação de navio para abastecimento às Flores

Marítimo Comentários fechados em Governo dos Açores agiliza contratação de navio para abastecimento às Flores 298
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Autoridade Marítima publicou o edital que muda as condições de utilização do Porto das Lajes das Flores, expandindo para os 90 metros de comprimento e cinco metros de calado os limites dos navios que podem, a partir de agora, escalar a infra-estrutura portuária – recorde-se que o porto açoriano ficou completamente destruído após a passagem do furacão Lorenzo, a 3 de Outubro.

Governo açoriano já deu instruções à Atlânticoline

O Governo açoriano, citado pela Lusa e pelo jornal insular ‘Açoriano Oriental‘ referiu, em comunicado, ter «dado orientações à Atlânticoline» para que a empresa de transportes marítimos pública dos Açores «efectuasse uma pesquisa de mercado no sentido de identificar navios com as características necessárias para operar no Porto das Lajes das Flores, após alterado o edital da Autoridade Marítima».

De acordo com a Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas, a «Atlânticoline identificou, entretanto, várias soluções de navios que podem operar com as novas condições determinadas (…) Agora, garantidas as condições necessárias de operação, o Governo dos Açores dará continuidade ao processo de obtenção de um navio, cuja solução já está negociada e em condições de ser fechada nos próximos dias», frisa a missiva.

O Governo açoriano salienta ainda que «esta alteração dos limites de operacionalidade do Porto das Lajes tornou-se possível após todo o intenso e moroso trabalho desenvolvido pela Portos dos Açores, que procedeu à limpeza dos fundos no interior da bacia do porto, recorrendo aos meios humanos e técnicos necessários, de forma a permitir a entrada de navios de maiores dimensões».

Tal como a Revista Cargo havia já noticiado, têm sido reais as dificuldades de abastecimento à ilha desde a passagem do furacão, acumulando-se os prejuízos para os comerciantes locais. Segundo a imprensa local, os empresários locais sentem-se «desesperados» com o facto de menos de metade da mercadoria encomendada conseguir chegar às Flores e em «pânico» quando confrontados com o futuro dos seus negócios.

Com ‘Açoriano Oriental’ e Lusa

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com