ADFERSIT linha do norte ferrovia

Governo pretende mobilizar o país em torno de um Plano Ferroviário Nacional

Terrestre Comentários fechados em Governo pretende mobilizar o país em torno de um Plano Ferroviário Nacional 677
Tempo de Leitura: 3 minutos

Em matéria exclusiva adiantada pelo ‘Público’, Pedro Nuno Santos, ministro que lidera a tutela das Infra-estruturas do actual Governo, ambiciona que o país se concentre na discussão de um Plano Ferroviário Nacional que, relata o jornal, tem como pilares a electrificação, a redução dos tempos de viagem, a aproximação entre Porto e Lisboa e a conexão ferroviária Sines-Grândola. Na reflexão do trilho a adoptar estará também a alta velocidade.

Segundo apurou o ‘Público‘, o plano deverá integrar uma linha de altas prestações entre Lisboa e o Porto, «que poderá ser concebida através da construção de variantes à actual linha do Norte e a inevitável Terceira Travessia do Tejo», relata, em primeira mão, o jornal, que frisa a intenção do Governo em integrar os investimentos relacionados com a ferrovia que integram o PNI – Plano Nacional de Investimento 2030 no Plano Ferroviário Nacional. «Não está ainda definido o método desse debate» mas o mesmo «será conhecido nas próximas semanas», adiantou.

O passo inaugural para o debate ferroviário partiu do Conselho Superior de Obras Públicas: ao analisar o PNI 2030, o órgão fez uma lista dos investimentos tidos como fundamentais e prioritários. Os consultores definiram 13 programas de investimentos com um valor estimado de quatro mil milhões de euros e «classificados em três níveis de pertinência, consistência e maturidade», revela o ‘Público’. Na lista consta o reforço da capacidade e aumento de velocidade no eixo Lisboa – Porto, considerado um dos projectos «de maior efeito estrutural e reformador».

Segundo detalha o jornal, trata-se de uma súmula de investimentos de quadruplicação parcial da linha do Norte, que permitirá separar os tráfegos de mercadorias, sub-urbanos, regionais e alta velocidade permitindo tempos de percurso de cerca de duas horas entre o Tejo e o Douro. Os padrões técnicos deste programa devem «assegurar futuros patamares superiores de velocidade, com vista a ganhos adicionais nos tempos de percurso», cita directamente a publicação, que teve acesso ao documento. Na lista encontra-se também a electrificação.

O programa de electrificação e o reforço da rede ferroviária nacional merecem também o apoio «sem condicionalidades ou reservas» do Conselho Superior de Obras Públicas – a visão vai mesmo além do PNI 2030, abrindo mesmo até a porta à electrificação de todas as linhas. Refere o ‘Público’ que os consultores propõem que seja avaliada a viabilidade económica das electrificações da linha do Leste (Abrantes – Elvas) e do troço Beja – Ourique, o que implicaria reabrir os 52 quilómetros da linha Beja – Funcheira, encerrada durante a vigência da filosofia económica da troika.

No Douro, defende-se a reabertura, com linha electrificada, do troço Pocinho – Barca de Alva, «conjugada com a sua reactivação enquanto ligação transfronteiriça», cita o jornal na peça do jornalista Carlos Cipriano. Para as áreas metropolitanas, os investimentos do PNI 2030 também não devem ser sujeitos a entraves. O relatório do Conselho Superior de Obras Públicas sugere a quadruplicação dos troços Contumil – Ermesinde (no Porto) e Roma-Areeiro – Braço de Prata (em Lisboa) e considera «estruturante» a modernização da linha de Leixões, hoje em dia destinada somente ao tráfego de mercadorias, mas que deve ser também uma aposta dos comboios de passageiros.

No que toca à conexão da linha de Cascais à linha de Cintura, o relatório apresenta reservas, levando em conta que este investimento «deixou de ser suportado pelas actuais previsões dos tráfegos ferroviários de contentores de origem e destino no Terminal de Contentores de Alcântara e, na óptica de passageiros, está limitada pela sua condição de via única que apenas permite uma frequência de quatro comboios/hora/sentido vindos de Cascais».

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com