sines terminal gnl ren

Governo vê porto de Sines como potencial «hub energético na área do gás»

Marítimo Comentários fechados em Governo vê porto de Sines como potencial «hub energético na área do gás» 981
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Governo, pela voz do secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, vê no porto de Sines as características adequadas para ser um ‘hub’ na área do gás natural.

“[O porto de Sines] fazia todo o sentido como um ‘hub’ energético na área do gás», admitiu esta segunda-feira o governante, admitindo que para que tal se venha a concretizar serão necessárias determinadas «infraestruturas» como por exemplo as «interligações» à Europa.

«O porto, de águas profundas, e que aliás é aquele porto que está mais a Ocidente na Europa, tem um grande potencial para, investindo em infraestruturas, nós podermos exportar para outros países», referiu ainda Jorge Seguro Sanches, em declarações à agência Lusa durante uma visita que realizou ao terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL) do porto de Sines.

Jorge Seguro Sanches vê o terminal portuário gerido pela REN (Redes Energéticas de Nacionais) com grande potencial para «vir a dar segurança do abastecimento a outros países». «Entendemos que é assim que se constrói uma união da energia e que é assim que, numa Europa que todos queremos que seja de livre circulação de pessoas, de capitais e mercadorias, também seja de energia», acrescentou.

Visita ao terminal de GNL de Sines

Como referido acima, as declarações do governante surgiram no âmbito de uma visita à infraestrutura portuária alentejana. Nessa visita, esteve acompanhado pelo seu homólogo alemão, Rainer Baake.

Também o governante alemão se mostrou um defensor de uma maior interligação energética entre os países europeus, o qual referiu mesmo que a diversificação de «alternativas» de abastecimento «é bom para acrescentar mais segurança no fornecimento de energia ao país» – e que pode ter ainda «um bom efeito no preço».

Na comitiva que visitou Sines estiveram ainda a directora de Energias Renováveis do Ministério da Energia de Marrocos, Zohra Ettaik, e o presidente da REN, Rodrigo Costa.

Até Julho, o terminal de GNL de Sines recebeu «cerca de 24 a 25» navios de gás natural, igualando já o total de 2016!

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com