Jungheinrich

Gregor Ringwelsky (Jungheinrich): «Sistemas de AGV estão no centro da intralogística automatizada»

Empresas, LogísticaComentários fechados em Gregor Ringwelsky (Jungheinrich): «Sistemas de AGV estão no centro da intralogística automatizada»229
Tempo de Leitura: 2 minutos

Na sequência da aposta do BLG Logistics Group num sistema de transporte sem condutor (AGV) da Jungheinrich para a sua unidade em Bremen, na Alemanha, Gregor Ringwelsky, Key Account Manager da empresa alemã, explicou que os sistemas de AGV encontram-se cada vez mais «no centro da intralogística automatizada», sendo um pilar já essencial do desenvolvimento de soluções eficientes e diferenciadores.

«Os sistemas de AGV estão no centro da intralogística automatizada. Com base nos empilhadores da Jungheinrich testados e aprovados, que são complementados por componentes de automação e controlados por software inteligente, projectámos um sistema para o BLG que lida com tarefas de transporte recorrentes com grandes volumes de movimentação de forma particularmente segura e eficiente», declarou Gregor Ringwelsky.

Recorde-se que, tal como a reportagem da Revista Cargo noticiou, o BLG Logistics Group confiou nas potencialidades da Jungheinrich – dois empilhadores automatizados ERC 213a visarão o abastecimento e a eliminação de materiais numa linha de revestimento no centro de logística de Bremen, a partir da qual a BLG fornece serviços para o sector automotive. Trata-se do primeiro projecto de automatização deste tipo para o grupo.

BLG Logistics Group Jungheinrich«Estamos muito satisfeitos por ter encontrado um parceiro como a Jungheinrich para nos ajudar a implementar o nosso primeiro projecto AGV. Este projecto serve de exemplo e espera-se que irá potenciar mais oportunidades para o seu uso na BLG», comentou, a propósito deste desenvolvimento, Christian Reining, que ocupa o cargo de Senior Project Manager for Innovations & Digitisation Projects no BLG Logistics Group.

A utilização de AGVs permite automatizar partes do sistema interno de transporte de paletes no centro de logística de Bremen. Graças ao seu scanner a laser, o ERC 213a pode navegar de forma independente pelo armazém. Ao mesmo tempo, os AGVs são capazes de reconhecer diferentes equipamentos de carga, mesmo que sejam sobre-dimensionados, bem como empilhar paletes vazias. Estão conectados ao BLG Warehouse Management System por meio do interface logístico da Jungheinrich. Devido a este interface, os pedidos de transporte gerados pelo WMS são transmitidos directamente para o ERC 213a e processados pelos AGVs. Veículos e armazém formam, portanto, um sistema inteligente abrangente.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com