dhl

Grupo Deutsche Post DHL alcança objectivos em 2018 e confirma metas para 2020

Empresas, Logística Comentários fechados em Grupo Deutsche Post DHL alcança objectivos em 2018 e confirma metas para 2020 274
Tempo de Leitura: 3 minutos

O Grupo Deutsche Post DHL manteve o crescimento do ano fiscal de 2018: a receita do Grupo subiu 1,8%, para 61,6 mil milhões de euros. Após os ajustes devido a efeitos cambiais e mudanças de portefólio, o aumento da receita foi superior, atingindo os 6, revelou, via comunicado, o grupo.

Frank Appel: «2018 foi um ano desafiante»

Todas as divisões do Grupo contribuíram para esta tendência positiva. O crescimento foi impulsionado pela expansão do comércio electrónico, bem como pelo crescimento sustentado dos fluxos de comércio internacional. O lucro operacional do Grupo (EBIT) atingiu os 3,2 mil milhões de euros, atingindo a meta ajustada de lucros divulgada em Junho de 2018.

Para Frank Appel, CEO do Grupo Deutsche Post DHL, «2018 foi um ano desafiante», fechado com chave de ouro «com um negócio bem-sucedido no Natal». «Apesar das crescentes incertezas geopolíticas, o comércio global continuou a crescer. Este aspecto beneficiou particularmente as divisões da DHL. No negócio Post e Parcel na Alemanha estabelecemos medidas para garantir o crescimento do EBIT a longo prazo desta divisão – e temos noção de que isto implica uma carga a curto prazo sobre o EBIT. Criamos, assim, as condições necessárias para atingir as metas que estabelecemos para 2020 e continuarmos a crescer de forma rentável», detalhou.

Forte crescimento do fluxo de caixa com altos investimentos continuados

Em 2018, o Grupo Deutsche Post DHL reforçou bastante os seus investimentos para um crescimento futuro rentável. Conforme previsto, um total de 2,6 mil milhões de euros (+16,8%) foi gasto em investimentos nas quatro divisões. A empresa expandiu e modernizou as suas infra-estruturas do negócio nacional de encomendas e investiu na frota automóvel, bem como na expansão da produção da Street Scooter.

Na divisão Express, o Grupo melhorou os seus hubs em Bruxelas, Madrid e Hong Kong e expandiu e modernizou a frota de aviões. O Grupo planeia aumentar as despesas de capital para cerca de 3,7 mil milhões de euros em 2019. Este valor inclui 1,1 mil milhões de euros para a renovação do financiamento por dívida da frota de aviões Express, anunciada no ano passado.

Express: forte crescimento da receita e dos lucros manteve-se

No ano de 2018, a divisão Express manteve a tendência de crescimento das receitas e lucros. As receitas aumentaram 7,3%, para 16,1 mil milhões de euros. O aumento foi ainda maior a nível orgânico, atingindo os 11%. Particularmente encorajador foi o facto de a divisão Express ter registado novamente um crescimento nas várias regiões. Este desempenho foi, mais uma vez, impulsionado pelo forte crescimento no negócio expresso internacional, no qual os volumes diários aumentaram 7,4% em comparação com o ano anterior.

O aumento do volume permitiu que a divisão utilizasse a sua rede express global de forma ainda mais eficiente. O lucro operacional aumentou em 12,7%, para 2 mil milhões de euros, devido à gestão rigorosa da rentabilidade e às melhorias contínuas na rede. A margem operacional subiu para 12,1%, um valor superior aos 11,5% do ano anterior

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com