Grupo SIMAB Marl COVID-19

Grupo SIMAB alcançou, em 2019, o quarto ano consecutivo de crescimento

Empresas, Logística Comentários fechados em Grupo SIMAB alcançou, em 2019, o quarto ano consecutivo de crescimento 291
Tempo de Leitura: 2 minutos

Os resultados consolidados apresentados pelas empresas do Grupo SIMAB, do universo Parpublica, e tuteladas pelos Ministérios da Economia e das Finanças, e que integra os Mercados Abastecedores de Braga, Lisboa, Évora e Faro, referentes ao ano de 2019, embora ainda previsionais, demonstram, mais uma vez, em linha com o verificado nos últimos quatro anos: «um reforço da solidez do Grupo SIMAB», anunciou o grupo.

Grupo SIMAB com crescimento do volume de negócios de +3,5%

No ano transacto, reportou o grupo via comunicado, verificou-se um aumento do resultado líquido, do volume de negócios, dos rendimentos operacionais, do EBITDA, do EBIT, a par de um reforço dos capitais próprios e de uma diminuição da dívida financeira líquida e da despesa operacional. O resultado líquido consolidado, antes de interesses minoritários, foi positivo em 5.018,2 m€, superior a 2018, em 333 m€ (+7,1%).

O crescimento do volume de negócios, face ao ano anterior, foi de 576,4 m€ (+3,5%), apurado maioritariamente nos rendimentos das taxas de utilização que cresceram 554,2 m€ (+4,6%) e registam crescimento em todos os Mercados Abastecedores, face a 2018, reflectindo em grande parte o aumento da taxa de ocupação dos Mercados. O EBITDA consolidado ascendeu a 11.437,2 m€, situando-se acima de 2018, em 668,7 m€ (+6,2%), em resultado do efeito conjugado de um aumento do volume de negócios e redução dos gastos operacionais. No que toca ao EBIT consolidado, este ascendeu a 7.130,9 m€, situando-se acima do ano anterior, em 453,9 m€ (+6,8%).

Dívida financeira líquida consolidada reduziu -11,6%

Segundo revelou ainda o Grupo SIMAB, verificou-se uma redução da dívida financeira líquida consolidada, no montante de 5.821,5 m€ (-11,6%), face a 31/12/2018, situando-se, no final de 2019, em 44.498,7 m€, a que corresponde uma diminuição de cerca de 23 milhões de euros nos últimos 4 anos (um terço da dívida do Grupo). O ano de 2019 destaca-se, também, pelo reforço dos capitais próprios em 5,7%.

Os rendimentos operacionais ascenderam, a 16.921,4 m€, situando-se acima de 2018, em 359,5 m€ (+2,2%); já os gastos operacionais ascenderam, em 2019, a 5.258 m€, situando-se abaixo de 2018 em 561 m€ (-9,6%). No que toca ao investimento realizado no Grupo, ascendeu a 1.809,5 m€. Por fim, os encargos financeiros consolidados situaram-se em 450 m€, abaixo do ano anterior, em 13,6 m€ (-2,9%).

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com