Hapag-Lloyd

Hapag-Lloyd junta-se à CMA CGM e assegura que não explorará a Rota do Mar do Norte

Marítimo Comentários fechados em Hapag-Lloyd junta-se à CMA CGM e assegura que não explorará a Rota do Mar do Norte 311
Tempo de Leitura: 2 minutos

A alemã Hapag-Lloyd juntou-se à rival francesa CMA CGM ao dizer que não usará rotas marítimas no Árctico (que começam a ficar sem gelo no Verão, oferecendo o potencial de viagens significativamente mais curtas). A Rota do Mar do Norte oferece um transit time significativamente mais curtos entre a Ásia e a Europa, mas o impacto ambiental de seu potencial uso em larga escala (por navios comerciais) é altamente controverso.

Hapag-Lloyd sem planos para percorrer a Rota do Mar do Norte…

«A Hapag-Lloyd não usa a Rota do Mar do Norte como rota de navegação actualmente, nem existem quaisquer planos para utilizá-la no futuro», comentou Jörg Erdmann, director de Sustentabilidade do armador alemão. «As partículas produzidas pela combustão de combustíveis fósseis contribuem para o aquecimento global, que por sua vez prejudica os nossos ecossistemas. Desde que não haja garantias de que essas passagens possam ser navegadas sem afectar negativamente o meio ambiente, usá-las também está fora de questão para a Hapag-Lloyd», garantiu.

Esta posição vai ao encontro da postura defendida pela CMA CGM recentemente: a transportadora marítima assegurou, em Agosto passado, que não explorará esta rota do Árctico, uma vez que considera esse passo um ataque à preservação do ecossistema da região e um passo atrás na luta climática. Para a empresa, «o uso da Rota Marinha do Norte representará um perigo significativo para os ecossistemas naturais únicos desta região».

…mas a maioria dos rivais, nem por isso

Mas nem todas as companhias marítimas pensam da mesma forma: a Maersk Line já explorou a rota, percorrendo, com o seu navio ‘Venta Maersk’ as águas gélidas da Rota do Mar do Norte há precisamente um ano atrás. Tratou-se do primeiro porta-contentores a executar a viagem, mas, à comunicação social, a operadora vincou que a experiência não seria a primeira de muitas: a viagem seria apenas teste singular de exploração.

Também a nipónica MOL se encontra a desenvolver planos para explorar a rota: em colaboração com o governo russo, a transportadora marítima firmou um memorando de entendimento com o Executivo de Putin para que o desenvolvimento do transporte marítimo pela Rota do Mar do Norte. Existem também relatos de testes com navios autónomos na região, levados a cabo pelo projecto ‘Industry Project Autonomous Shipping’.

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com