Dados da IATA dão conta de crescimento de 4,7% da carga aérea mundial até Junho

Aéreo Comentários fechados em Dados da IATA dão conta de crescimento de 4,7% da carga aérea mundial até Junho 249
Tempo de Leitura: 2 minutos

Os volumes globais de carga aérea cresceram 2,7% em Junho de 2018, de acordo com dados compilados pela Associação Internacional de Transporte Aéreo, IATA. Na primeira metade do ano, o crescimento fixou-se nos 4,7%, menos de metade do percentual atingido no mesmo período de 2017, adiantou a associação.



Quanto à capacidade de carga, esta recuperou 4,1% no sexto mês do ano. Desde Março, em todos os meses a capacidade carga tem sido superior ao tráfego de carga aérea, que continua em desaceleração, dado que o ciclo de reabastecimento finalizou no arranque de 2018 e reduziram-se os pedidos nas fábricas da China, Japão e EUA.

Tensões comerciais afectam transporte aéreo

Recorde-se que o sector da carga aérea tem passado por voos turbulentos mas tem resistindo, até agora, ao impacto da guerra de tarifas, recordou a IATA, através de um comunicado analisado pela Revista Cargo. Mas a segunda vaga de endurecimento das tarifas (a produtos provenientes da China) poderá, de facto, colocar a carga aérea em voo rasante. Segundo a IATA, as tensões comerciais vêm afectando o transporte aéreo, ao levarem à deslocalização da produção para países locais, gerando piores perspectivas para o sector.

Desempenhos dos principais mercados

Explica a IATA que o mercado Ásia-Pacífico tem experimentado um aumento de 1,5% em termos de procura e de 5,2% e em termos de capacidade durante o sexto mês do ano, ao passo que o mercado norte-americano registou um comportamento mais equilibrado face ao mesmo período de 2017, com um aumento de 3,8% na procura e de 5,9% na capacidade.

Na Europa, a carga aérea registou crescimento de 3,3% e a capacidade sentiu uma recuperação de 5,4%. Em contraste, na região da chamada América Ibérica a procura por carga aérea em Junho aumentou 5,9% mas a capacidade caiu, surpreendentemente, para os 5,7%. No Oriente Médio, os volumes aumentaram 3,8% e a capacidade, 4,5%. Por fim, a procura no continente africano caiu 8,5% e a capacidade 1,4%.



Author

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com