ID logistics

ID Logistics regista crescimento de vendas e lucros no primeiro semestre de 2020

Empresas, LogísticaComentários fechados em ID Logistics regista crescimento de vendas e lucros no primeiro semestre de 2020354
Tempo de Leitura: 4 minutos

A referência europeia ID Logistics anunciou os resultados do primeiro semestre de 2020, apresentando receitas de até 776,6 milhões, valor que representa um crescimento homólogo de 4,3%. O grupo registou um aumento no lucro das actividades normais para 20,1 milhões (2,6% da margem operacional) e uma redução de 30,1 milhões na divida financeira líquida para 0,7 vezes o EBITDA.

ID Logistics «comprometida com a luta contra a pandemia»

Em comunicado, a empresa identificou as três prioridades no contexto pandémico: «Garantir a segurança dos seus funcionários proporcionando-lhes condições laborais com os mais elevados padrões de segurança sanitária, apoiar os seus clientes e conhecer de perto as suas necessidades, tanto se têm um elevado volume na actividade (plataformas dedicadas à distribuição alimentar, saúde, higiene ou e-Commerce) ou se a sua actividade reduziu ou paralisou», e, por fim, «preservar o cash flow e a estrutura financeira do grupo». A concretização destas três prioridades permitiu à ID Logistics garantir a «plena continuidade do serviço durante a crise e uma rápida reactivação da actividade», vincou a empresa.

Aumento das receitas durante o primeiro semestre de 2020

Durante o primeiro semestre de 2020, a ID Logistics gerou receitas de 776,6 milhões de euros (um crescimento de 4,3%): em França, as receitas ascenderam a 344,1 milhões de euros, com um ligeiro decréscimo (-1,4%) face ao primeiro semestre de 2019. Após um bom crescimento da actividade (+3.5% no primeiro trimestre de 2020), o segundo trimestre foi afectado por medidas de contenção e registou uma diminuição (-5,9%).

As receitas internacionais do primeiro trimestre foram de 432,5 milhões, +9,4% do que no primeiro semestre de 2019. Este comportamento, explicou a ID Logistics, «inclui tanto os efeitos geralmente desfavoráveis das taxas de câmbio, principalmente na América Latina, como as mudanças no processo de consolidação, devido ao encerramento das operações na África do Sul, em Setembro de 2019, e à consolidação das actividades da Jagged Peak (EUA), em Dezembro de 2019». Excluídos tais elementos, o crescimento da receita durante o primeiro semestre de 2020 foi de 5,4%.

À semelhança de França, o segundo trimestre regista um decréscimo devido à crise de COVID-19 (-0,2%), após um bom desempenho no primeiro trimestre (+11,2%). Durante este período, o grupo realizou 10 novas aberturas (três em França e sete de âmbito internacional).

Aumento do lucro das actividades ordinárias

Num «contexto único» de pandemia e confinamento generalizado, «a diversidade do portefólio de clientes, a presença internacional do grupo e o compromisso das suas equipas permitiram que a ID Logistics aumentasse o seu lucro operacional para 20,1 milhões de euros em 30 de Junho de 2020 (em comparação com 19,5 milhões em 30 de Junho de 2019), e para manter uma margem operacional estável (2,6%)», informou a empresa.

Em França, um dos países mais afectados pela COVID-19, a margem operacional caiu de 3,8% no primeiro semestre de 2019 para 2,8% no primeiro semestre de 2020. A maior parte dessa queda foi devido aos custos directos (máscaras, gel hidralcoólico, incentivos específicos, etc.) e aos custos indirectos (perda de produtividade, volatilidade de volume, ausência, etc.) da crise sanitária, parcialmente partilhada com os clientes.

Fora de França, por outro lado, a margem operacional aumentou de 1,6% no primeiro semestre de 2019 para 2,4% no primeiro semestre de 2020. O impacto da crise sanitária em Espanha foi compensado por um forte desempenho em países como Alemanha, Holanda e Rússia, que registaram um aumento de produtividade nos projectos recentemente iniciados. Os resultados fora de França foram também impulsionados pela integração favorável, durante o primeiro semestre do ano, das actividades nos EUA, adquirida no final de 2019.

Estabilidade do lucro líquido consolidado

Os resultados do primeiro semestre de 2020 incluem um custo não corrente de 1,5 milhões de euros (incluindo 0,8 milhões de euros de redução do valor recuperável do activo), com base na decisão do grupo de encerrar a sua actividade na China (representando menos de 1% da receita da empresa), em linha com a alteração da participação accionista do seu principal cliente no país. «Apesar desse custo, o lucro líquido do primeiro semestre de 2020 manteve-se estável em relação ao primeiro semestre de 2019 em 6,5 milhões de euros», adiantou ainda a ID Logistics.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com