Acordo histórico: IMO quer cortar metade das emissões de CO2 no shipping até 2050

Marítimo Comentários fechados em Acordo histórico: IMO quer cortar metade das emissões de CO2 no shipping até 2050 460
Tempo de Leitura: 2 minutos

O mundo – em particular o mundo do shipping – aguardava com expectativa os resultados da 72.ª reunião anual da Organização Marítima Internacional (OMI, ou IMO na sigla em inglês), até porque estavam prometidas para este encontro as respostas que se exigiam em matéria de redução de emissões de CO2 no transporte marítimo.



Na reunião anual da IMO, em Londres, ficou então definida a meta de reduzir em 50% as emissões totais do transporte marítimo internacional no ano 2050, quando comparado com os níveis de 2008!

Shipping tem finalmente as suas metas ambientais

Recorde-se que o shipping ficou de fora do Acordo de Paris, com os governos a delegarem à IMO a árdua tarefa de alcançar um consenso em matéria de reduções das emissões dos navios em todo o mundo.

As críticas foram surgindo com o passar do tempo e com a demora por parte da IMO em estabelecer metas concretas de redução de emissões para o shipping. Mas surge agora a resposta da Organização Marítima Internacional.

O acordo alcançado nesta reunião da IMO é colocado no imediato no terreno, sem necessidade de aprovação de qualquer outra entidade ou regulador. É o resultado de um compromisso estabelecido entre grupos e países, onde se inserem a Comissão Europeia ou a China, para além de países que defendiam até aqui posições bem distintas – daí ser importante realçar o papel da IMO neste consenso.

O acordo possível para «manter todos a bordo», refere a IMO

Entre os 173 países que fazem parte da IMO, apenas os Estados Unidos e a Arábia Saudita se tinha mostrado contra um acordo preliminar conhecido na passada quinta-feira, refere o The Wall Street Journal, desconhecendo as razões dos dois países.

Embora admita que o texto não seja satisfatório para todos, o secretário geral da IMO, Kitack Lim, defende que o mesmo é «a solução que deve ser capaz de manter todos a bordo».

Saliente-se que o shipping é hoje responsável por 3% do total de emissões de CO2 no mundo, tanto quanto uma potência económica como a Alemanha! Sem alterações, estava estimado que as emissões aumentassem entre 50% e 250% até 2050, com o aumento do comércio global e com o aumento das frotas de navios.



Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com