APCAP camiões antram pacote

Incidente fatal não desacelerá implementação dos veículos autónomos, concordam especialistas

TerrestreComentários fechados em Incidente fatal não desacelerá implementação dos veículos autónomos, concordam especialistas312
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Revista Cargo deixou no ar a pergunta e a generalidade da imprensa internacional já começou a responder – em questão está o acidente fatal protagonizado por um veículo autónomo da Uber Technologies que, na semana passada, vitimou uma mulher em Tempe, Arizona. O atropelamento levou à suspensão dos testes da Uber e até da Toyota e rapidamente as dúvidas quanto progressão da implementação desta tecnologia surgiram.



«Desenvolvimento de veículos autónomos não desacelerá em breve»

Uma das primeiras respostas, em tom de análise ao incidente que envolveu um veículo autónomo da Uber Technologies (cujas manobras estavam a ser supervisionadas por um condutor humano), partiu da revista Supply Chain Dive – para a publicação, o trágico incidente não parará o processo de avaliação e implementação da nova tecnologia:«o desenvolvimento de veículos autónomos não irá desacelerar em breve», concluiu a equipa.

«Apesar da avalanche de artigos a condenar os veículos autónomos» e a acção de vários «peticionários», exigindo uma regulamentação mais rigorosa e estrita, explica a equipa da Supply Chain Dive que o progresso científico da tecnologia é avassalador, não sendo passível de ser atrasado, mesmo que por evento tão trágico como aquele que sucedeu nas estradas do estado do Arizona.

Barómetros indicam tendências inversas: consumidores relutantes, indústria confiante

De acordo com múltiplas pesquisas levadas a cabo pela Gallup e pela Pew Research Center, a apreensão e a desconfiança reinam entre os consumidores norte-americanos, mas, no que toca à indústria automobilística e às entidades reguladores, tais receios e renitências não se verificaram – os veículos autónomos têm caminho aberto para avançar, defende a publicação especializada em transportes e logística.

Explica a publicação que «reguladores e líderes do sector têm discutido constantemente os riscos e benefícios inerentes aos veículos autónomos durante meses, e, o facto é que, estatisticamente falando, os veículos autónomos têm causado muito menos acidentes e mortes que os motoristas humanos»; o acidente fatal irá sim, conclui a revista, «acelerar as conversações entre reguladores e construtoras», o que levará «a ajustes no AV START Act, actualmente a ser estudado pelo Senado».

Depois do lançamento, nos EUA, do SELF DRIVE Act, que visa regulamentar a (ainda precoce) utilização dos veículos autónomos, o sector contempla agora o chamado AV START Act, um pacote legislativo desenhado pelo Comité do Senado para o Comércio, Ciência e Transportes, ainda em apreciação no Senado. Este pacote deverá excluir os camiões autónomos da regulamentação, tornando a sua aprovação mais acessível.



Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com