Indra: digitalização conduzirá a «mobilidade mais segura, personalizada e sustentável»

Empresas, Logística, Terrestre Comentários fechados em Indra: digitalização conduzirá a «mobilidade mais segura, personalizada e sustentável» 335
Tempo de Leitura: 4 minutos

O sector dos Transportes está perante uma porta aberta plena de oportunidades no que toca à vertente digital: assim o explica o mais recente relatório da Indra, que corrobora a conclusão de que as apostas na Inteligência Artificial, cloud, Big Data, Internet of Things, realidade aumentada e machine learning poderão fomentar uma mobilidade «mais personalizada, segura e sustentável». Entres os trunfos do futuro estão a intermodalidade, a condução autónoma e a manutenção preditiva, revela a multinacional.

indra edificio«As tecnologias digitais vão marcar o futuro da mobilidade, que será personalizada, integrada, segura e sustentável, o que implicará importantes vantagens para os utilizadores, gestores, operadores e para a Administração Pública. Os custos serão mais reduzidos,será possível redimensionar rotas, e a condução automóvel será mais segura e terá um menor impacto no meio-ambiente», refere a Indra, ao espelhar as conclusões do relatório, focado nas tendências do Transportes, feito através de uma análise extensiva com vista à configuração da oferta da empresa para o futuro.

«O relatório apresenta com detalhe como as tecnologias digitais são a base das novas soluções de mobilidade que estão a transformar, e vão transformar cada vez mais, o sector para dar resposta aos novos desafios», frisou a Indra, enfatizando a obtenção de um «transporte sem barreiras tecnológicas» que vá ao encontro do desejo dos clientes.

«Esta transformação será possível graças às tecnologias que permitem uma economia partilhada, o big data e as soluções para a intermodalidade urbana e inter-urbana», explicou a empresa. Em relação aos operadores de transporte, a nova realidade permitirá «uma gestão mais inteligente, intermodal e optimizada dos seus serviços», uma vez que – atesta o relatório – os operadores disporão de sistemas de gestão integrado de rotas, centralizado e conectado com informação dos passageiros, da carga e do tráfego, ‘onde o machine learning e o big data permitirão redimensionar as rotas em tempo real ou gerar rotas à medida para utilizadores».

Mudança rápida no transporte de mercadorias e na manutenção

blockchain«A optimização de custos na manutenção das infra-estruturas, a rastreabilidade das mercadorias,a optimização da denominada last mile e a entrega final, são para a Indra, os principais desafios para os proprietários das infra-estruturas e os operadores logísticos», revelou. «Estes últimos terão plataformas de gestão integrada de mercadorias com rastreabilidade total, assente em blockchain e smart contracts, conectadas com dados de tráfego em tempo real, facilitando a distribuição com menor impacto ambiental e optimizam o carregamento em comboios e camiões».

De acordo com o relatório, a manutenção das infra-estruturas de transporte será cada vez mais preditiva, partindo do próprio desenho da infraestrutura em Building Information Model, até à compilação de dados relevantes através de big data para estabelecer indicadores e padrões que, suportados por inteligência artificial, facilitem a tomada de decisões. A revisão através de veículos não tripulados (UAVs) e o uso da realidade aumentada para a formação de técnicos e assistência remota em reparações delicadas também vão transformar estes serviços.

Indra senta-se no trono da smart mobility

O relatório, vincou a companhia, «é resultado de uma profunda analise que a Indra levou a cabo para configurar a sua inovadora oferta para o sector, a Indra Mova Solutions, e reflecte a experiência da empresa em alguns dos projectos e iniciativas de inovação mais relevantes do sector à escala mundial». Uma sintonia de virtudes digitais, de integração, especialização e inovação que dá resposta aos anseios do mercado, explicou.

«Com um portefólio de soluções end-to-end, a Mova Solutions cobre todo o ciclo de vida dos projectos de transportes e permite que a Indra lidere a criação da mobilidade do futuro, impulsada pelo novo entorno digital e com o objectivo de tornar mais fácil, cómoda e segura a vida das pessoas», enfatizou, lembrando que actualmente lidera «algumas das principais iniciativas europeias de inovação que visam a digitalização dos transportes e o uso de novas soluções inteligentes», e que integra o órgão máximo de gestão do projecto Shif2Rail, a principal iniciativa europeia de investigação e inovação no sector dos transportes ferroviários

Lidera, entre outros, o macro projecto Transforming Transport que utiliza big data para melhorar a mobilidade; ou o projecto Harmony, que desenvolve tecnologias que permitem integrar em tempo real dados de diferentes operadores e meios de transporte, assim como do tráfego para melhorar os serviços de informação multimodal. O projecto AUTOCITS, que testa a condução autónoma nas estradas de Lisboa, Madrid e Paris para adaptar a normativa, os centros de controlo e as infra-estruturas aos veículos conectados e autónomos, é outro bom exemplo da liderança da empresa.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com