naviair indra dinamarca

Indra escolhida pela dinamarquesa Naviair para reforçar segurança do tráfego aéreo

Aéreo Sem comentários em Indra escolhida pela dinamarquesa Naviair para reforçar segurança do tráfego aéreo 250

A Naviair (fornecedor de serviços de navegação aérea da Dinamarca) seleccionou a Indra, através de um concurso público internacional, para implementar os seus sistemas radar de última geração no Aeroporto Internacional de Billund, o segundo mais importante da Dinamarca, e reforçar a vigilância e a segurança do tráfego aéreo.

A empresa vai por em operação um radar primário montado juntamente com um radar modo S melhorado (enhanced mode S MSSR) para reforçar a vigilância do tráfego aéreo em rota no país e as manobras de aproximação e aterragem no aeroporto de Billund.

Os sistemas garantem os níveis de segurança mais elevados, permitindo gerir um maior número de voos e um tráfego mais fluido no aeroporto. Isto permitirá uma gestão mais eficiente e que a Naviair preste o melhor serviço possível às linhas aéreas.

As funções dos radares

O radar primário detecta todas as aeronaves no seu raio de alcance sem necessidade de cooperação, enquanto o radar modo S interroga selectivamente cada avião para obter a sua identificação e outros dados como o rumo ou a altura de voo, o que facilita o trabalho dos controladores.

O modo melhorado (enhanced mode S) oferece uma visão mais nítida do espaço aéreo, o que reduz a frequência com que o controlador estabelece comunicações por rádio com os pilotos, permitindo reduzir a sua carga de trabalho e elevando a eficiência. Esta tecnologia ajuda ainda a identificar rapidamente conflitos entre as diferentes rotas das aeronaves, evitando a congestão do tráfego e os atrasos.

Esta informação é especialmente útil em áreas com um tráfego aéreo denso, como é o caso do espaço aéreo dinamarquês e do Aeroporto Internacional de Billund.

Indra assegura também manutenção por 10 anos

Os radares incorporam os mais recentes avanços em mitigação de interferências provocadas por aerogeradores de parques eólicos, uma função que tem uma especial importância na zona em que se encontra este aeroporto. Também oferece prestações melhoradas para a deteção de aeronaves em condições climatéricas adversas.

Como opção adicional do contrato, a Indra prestará serviços de manutenção durante dez anos para garantir o correcto funcionamento do sistema durante o seu ciclo de vida.

Por outro lado, a Indra mantém uma sólida posição na Dinamarca onde trabalha no arranque de radares para dar suporte à gestão do tráfego aéreo nas bases da Royal Danish Air Force nos aeródromos de Skrydstrup, Karup e Aalborg, no âmbito de um contrato adjudicado em 2016 pelo Ministério da Defesa Dinamarquês, através da Organização de Adquisições e Logística para a Defesa (DALO).

Estes projectos potenciam a liderança da Indra como parceiro tecnológico dos principais fornecedores de serviços de navegação aérea da Europa. A Indra instalou no continente produtos de vigilância de nova geração e os sistemas mais avançados de gestão de tráfego aéreo. Ao mesmo tempo, tem um papel destacado no projeto SESAR, pilar tecnológico do futuro Céu Único Europeu.

Related Articles

Leave a comment

Back to Top

Powered by MAEIL
error: Este conteúdo está protegido!