Indra tráfego

Indra obtém contrato de 75 milhões para dotar portagens americanas de Inteligência Artificial

Terrestre Comentários fechados em Indra obtém contrato de 75 milhões para dotar portagens americanas de Inteligência Artificial 295
Tempo de Leitura: 4 minutos

A Indra viu adjudicado um contrato de 75 milhões de euros pela concessionária da I-66, Express Mobility Partners, que permite implementar nas portagens um sistema de inteligência artificial capaz de detectar os ocupantes do veículo e mudar a tarifa mediante o nível do tráfego na auto-estrada.

Quando a obra terminar, o troço da I-66 Outside the Beltway – que liga a I-495 com a US Highway 29 – perto de Gainsville (Virginia, EUA), vai contar com três vias livres e duas com portagens dinâmicas, adiantou a empresa, através de um comunicado, ao qual a Revista Cargo teve acesso.

Com este novo contrato a Indra implementa nos EUA um sistema de portagem automático free-flow, da gama de soluções Mova Collect, capaz de detectar a intensidade do tráfego em tempo real e oferecer dados sobre a densidade, o tipo de veículos, ocupantes da viatura e outras variáveis que facilitam o cálculo da tarifa de forma dinâmica. Este sistema permite a passagem de automóveis sem que tenham de reduzir a velocidade, e pela primeira vez o projecto integra o sistema de detecção de ocupantes em cada pórtico da portagem.

Com a solução «é possível mudar as tarifas das portagens de acordo com o nível de tráfego ao longo da via express, com uma frequência de três minutos. Se a fila de trânsito aumentar em determinada faixa, a tarifa pode mudar para diminuir o número de condutores dispostos a pagar, reduzindo a intensidade do tráfego e o tempo de viagem. Assim garante-se o nível de serviço aos automobilistas nas vias express, mantendo uma velocidade de circulação mais alta que nos pórticos gratuitos. O preço torna-se então uma ferramenta de gestão de tráfego», detalhou a empresa.

A solução da Indra informa os condutores das tarifas praticadas no momento, para que possam optar entre vias gratuitas ou pagas. O desenho da empresa maximizará o número de transacções facturáveis, mesmo no caso de algum dispositivo falhar, e permite a realização de intervenções de manutenção durante a noite, quando a afluência é menor. A tecnologia usada nos sensores contribui para uma maior segurança e redução da contaminação do ar, criando uma mobilidade mais sustentável numa das vias mais congestionados dos Estados Unidos da América.

Indra promove «inovação única no mundo»

«A solução de portagem da Indra é uma das mais avançadas actualmente, ao incorporar capacidades de Inteligência Artificial e deep learning, na integração de veículos conectados e com sistema de detecção automática de ocupantes de veículos.

Fruto do esforço de I+D+i, o sistema de detecção de ocupantes com deep learning da companhia demonstrou – este ano – a maior taxa de precisão na contagem exacta do número de ocupantes, num projecto-piloto realizado em São Francisco (EUA)», relatou a empresa.

Graças à visão artificial e inteligência artificial, o sistema detecta em tempo real – de forma não intrusiva e com alta segurança – o veículo que circula na via, assim como todos os ocupantes da viatura, ajudando os operadores a gerir o processo de cobrança. A solução também melhora o seu rendimento e ‘aprende’ através das capacidades de deep learning, à medida que recolhe mais dados durante a operação. É escalável e tem uma grande flexibilidade para se adaptar às regras de negócio e de classificação de veículos que sejam necessárias.

O projecto para a I-66 Outside the Beltway também contempla um sistema de estradas que inclui comunicações, sistemas inteligentes de transportes (ITS) e a interface com o centro de gestão de tráfego do Departamento de Transportes do estado de Virgínia, assim como a manutenção dos sistemas durante um ano.

Inovação para liderar a Smart Mobility

Este contrato nos Estados Unidos da América junta-se a outro obtido recentemente pela Indra, para implementar tecnologia nas estradas de Queensland (Austrália), e juntamente com os projectos conseguidos nos últimos anos para os túneis geridos pela DGT no Reino Unido posicionam a Indra como um dos líderes mundiais em smart mobility.

«Para conseguir estes contratos, tem sido chave a aposta da Indra por uma mobilidade mais sustentável e respeitadora do meio ambiente, mais segura, eficiente e sustentável, através da inovação e o uso de inteligência artificial, big data, cloud e sistemas para integrar a viatura conectada», acrescentou a empresa.

A inovação tornou a Indra uma empresa pioneira em sistemas de portagem free-flow e sistemas de portagens Multi-Lane Free Flow. Neste último caso a Indra implementou nos EUA, um sistema de backoffice para a gestão e operação integrada nas autoestradas LBJ Express e North Tarrant Express do Texas. Agora deu-se um novo passo para o avançado modelo de portagens dinâmicas, que deixam em aberto novas políticas de mobilidade mais sustentáveis e cuja implementação está a crescer nos Estados Unidos, apresentando um grande potencial nas grandes metrópoles europeias.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com