Indústria marítima parece ser alvo fácil de ciberataques

Marítimo Comentários fechados em Indústria marítima parece ser alvo fácil de ciberataques 358
Tempo de Leitura: 1 minutos

O vírus ‘Petya, que há um par de meses atacou com grande estrondo várias empresas do sector dos Transportes e da Logística, parece ter lançado o alerta para um perigo ainda pouco debatido. No caso da indústria marítima – na qual a Maersk sofreu fortemente com o ‘Petya’ -, parece pouco preparada para se defender destes ataques.

Segundo a consultora britânica Futurenautics, cerca de 40% de um total de 2.500 profissionais marítimos entrevistados admite já ter navegado num navio atacado por um vírus informático. Mais grave é a percentagem de marítimos desse universo que não teve qualquer formação em segurança informática: 87%!

Ainda assim, há especialistas que admitem que o número de navios atacados é ainda maior do que o que se supõe, porque cerca de 70% dos ataques informáticos nem chegam a ser detectados. Ou seja, muitos marítimos nem sabem sequer que navegaram em navios atacados.

Num recente estudo sobre ciber-segurança, a Bimco terá identificado muitos navios que operam ainda com software antiquado e inseguro, o que torna ainda mais fácil a entrada nos sistemas.

 

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com