Investimento no ‘hinterland’: China planeia construir 150 novos hubs logísticos até 2025

Logística Comentários fechados em Investimento no ‘hinterland’: China planeia construir 150 novos hubs logísticos até 2025 312
Tempo de Leitura: 2 minutos

De acordo com dados ventilados neste arranque de 2019 pela ‘Technode’, a China planeia construir 150 centros logísticos até 2025 – três dezenas deles estarão edificados e em funcionamento já em 2020.

A informação adiantada pela ‘Technode’ é corroborada, explicou o portal de informação, pelo plano elaborado pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China em conjunto com o Ministério dos Transportes.

China descongestiona para o hinterland: múltiplas tipologias de hubs com aposta clara na automação e robótica

Os hubs planeados terão variadas formas: desde portos secos, hubs aeroportuários e centros logísticos. Todos eles estarão equipados com avançadas tecnologias de automação e uma forte componente robótica com vista ao aumento da eficiência das operações logísticas do país. A aposta do aumento de eficiência, promovida pelo governo, recai sobre as entregas de encomendas, ferrovias de alta velocidade e sobre o transporte aéreo.

Esta necessidade da China de apostar em novos hubs surge devido ao explosivo boom sentido nas cidades costeiras que albergam alguns dos portos mais movimentados do planeta – o congestionamento dessas regiões levou a que o plano estratégico de desenvolvimento logístico passe pela aposta em hubs em novas localizações, no interior do país.

Entre as cidades qualificadas para receber novos hubs estão Shenzhen, Xangai e Guangzhou, cidades portuárias, mas a grande maioria dos novos centros deverá ter o interior como destino: entre elas está Zhengzhou, a chamada ‘iPhone City’, devido à fábrica da Foxconn, que opera na cidade, e também Xi’an.

Boom do e-Commerce apressa China a apostar massivamente em novos centros logísticos

Uma significativa parte destes novos hubs será destinada ao processamento do tráfego originado pelo comércio electrónico chinês, informou ainda a Technode. Recorde-se que a China é o maior mercado de comércio electrónico do mundo, tendo já superando os EUA em 2015.

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com