IP linha do norte rede ferroviário

IP reage à notícia do JN: investimentos previstos no Ferrovia 2020 «estão em desenvolvimento»

Terrestre Comentários fechados em IP reage à notícia do JN: investimentos previstos no Ferrovia 2020 «estão em desenvolvimento» 438
Tempo de Leitura: 3 minutos

Em reacção à manchete do Jornal de Notícias, que esta semana criou inquietação em vários dos stakeholders da ferrovia nacional (principalmente empresas e associações, como a do Eixo Atlântico), a Infra-estruturas de Portugal (IP) veio a terreiro negar quaisquer cancelamentos ou suspensões de empreitadas previstas no programa ‘Ferrovia 2020’, como adianta matéria noticiosa do jornal, publicada no dia 19 de Novembro.

Face à notícia, intitulada ‘Governo suspende 18 obras na ferrovia do Norte e Centro’, «a Infra-estruturas de Portugal esclarece que não há qualquer suspensão ou cancelamento, ao contrário do que afirma o jornal, e que todos os investimentos previstos executar no âmbito do Ferrovia 2020 estão em desenvolvimento e serão concretizados». Em comunicado, a IP admite «alguns atrasos» que já foram «esclarecidos publicamente».

«A IP está a realizar todos os esforços no sentido de concretizar este que é o maior plano de investimentos das ultimas décadas na modernização da Rede Ferroviária Nacional», vinca a entidade, que deixou ainda esclarecimentos «quanto ao actual ponto de situação» da modernização da Linha do Douro entre Marco de Canaveses e Régua, da renovação Integral de Via entre Válega e Espinho, da Linha de Sines e da electrificação da Linha do Algarve. Ponto por ponto, a IP esclareceu a evolução das quatro empreitadas, explicando os motivos dos atrasos.

ordem dos engenheiros ferrovia linhaQuanto à modernização da Linha do Douro, entre Marco de Canaveses e Régua, «Não existe qualquer cancelamento da empreitada. As dificuldades técnicas evidenciadas pelo consórcio projectista obrigaram à revogação do contrato. A IP está actualmente a concluir a contratação de um novo consórcio projectista», um dado que Pedro Nuno Santos, Ministro das Infra-estruturas, já havido explicado. No que toca à Renovação Integral de Via entre Válega e Espinho, «não se encontra cancelada», decorrendo «a fase de elaboração do projecto de execução, prevendo-se o lançamento do concurso de empreitada ocorra em de 2020. Tem conclusão prevista até 2023».

Na Linha de Sines, as intervenções «estão incluídas num empreendimento global que envolve a realização de obras do Corredor Internacional Sul. O Projecto de execução relativo à Modernização da Linha de Sines encontra-se actualmente em fase de revisão por parte da Direcção de Engenharia da IP». Quanto à electrificação da Linha do Algarve (nos troços Faro-Vila Real de Santo António e Tunes-Lagos), os projectos de electrificação, «contrariamente ao que inicialmente tinha sido previsto», terão de ser sujeitos a processos de Avaliação de Impacte Ambiental (AIA).

«Estima-se que estes processos de AIA tenham a duração de cerca de 7 meses, incluindo Consulta Pública, situação que tem implicações nas datas de lançamento dos concursos de empreitada. O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) para o troço Faro-Vila Real de Santo António foi entregue na APA em Julho de 2019 e relativamente ao troço Tunes-Lagos, a IP prevê dar início ao processo de AIA ainda este mês», concretizou a gestora da rede ferroviária.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com