ETF e IRU pedem à UE urgência na resolução da escassez «sem precedentes» de motoristas

Empresas, Terrestre Comentários fechados em ETF e IRU pedem à UE urgência na resolução da escassez «sem precedentes» de motoristas 1482
Tempo de Leitura: 2 minutos

Empresas e trabalhadores do transporte rodoviário, representados pelas suas duas organizações internacionais mais relevantes, IRU e ETF, instaram a União Europeia (UE) a atacar a problemática – cada vez mais sistémica – da escassez de motoristas, um fenómeno «sem precedentes» no sector.

A Federação Europeia de Trabalhadores de Transportadoras (ETF) e a União Internacional dos Transportes Rodoviários (IRU) enfatizaram perante as autoridades europeias que «a escassez de motoristas está a aumentar de forma alarmante na UE», com 20% dos empregos sem qualquer cobertura no ano de 2019. «As condições de trabalho são um factor inegável que contribui para a falta de atractividade da profissão», alertam as duas entidades.

A IRU e a ETF propuseram o desenvolvimento de áreas de estacionamento «mais seguras» para os motoristas e uma «aplicação eficiente» das normas sociais nos contextos da mobilidade e da logística. Na condição de parceiros sociais, as duas organizações exortaram as instituições e os Estados-membros a adoptarem «medidas urgentes para solucionar a falta e a qualidade insuficiente das áreas de estacionamento».

pesados camiões antramO financiamento e a definição de normas apropriadas com vista à criação de áreas de estacionamento seguras e protegidas (SSTPA) no núcleo da rede europeia de RTE-T devem ser uma prioridade durante os próximos quatro anos: «Precisamos de um sistema de transporte no qual as condições de trabalho seguras e protegidas dos motoristas estejam em primeiro lugar. Um sistema no qual trabalhemos juntos para obter um transporte mais ecológico, melhores condições de trabalho e conforto», declarou o responsável rodoviário da ETF, Roberto Parrillo.

O apoio financeiro de Bruxelas deverá permitir a conclusão da rede de SSTPA na presente legislatura. No que diz respeito à aplicação dos regulamentos, ambas as entidades defendem a adopção da digitalização na actividade. «A UE está prestes a adoptar novas regras de transporte rodoviário, incluídas no Pacote de Mobilidade. A aplicação dos padrões será fundamental. Sem digitalização, o desafio será enorme. Instamos a Comissão Europeia a apresentar uma estratégia abrangente sobre a aplicação dos regulamentos digitais», comentou a romena Raluca Marian, representante da Delegação Permanente da IRU na União Europeia.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com