porto Aveiro

Isabel Moura Ramos: «competitividade» e «estabilidade laboral» são pilares do sucesso de Aveiro

Marítimo Comentários fechados em Isabel Moura Ramos: «competitividade» e «estabilidade laboral» são pilares do sucesso de Aveiro 360
Tempo de Leitura: 3 minutos

O 22º Congresso da APLOG, realizado nos dias 16 e 17 de Outubro, teve, na mesa redonda ‘Estruturas Portuárias – Reforço do Perímetro’, um dos seus momentos mais altos: o tema reuniu figuras ilustres do panorama marítimo-portuário nacional e das administrações portuárias, propondo-se a analisar os sucessos, desafios, entraves e anseios do sector. Em destaque esteve o Porto de Aveiro – Isabel Moura Ramos, da administração da APA, representou o porto aveirense no painel (mediado por Miguel Marques), abordando o sucesso (cada vez mais sistémico) da infra-estrutura portuária.

Isabel Moura Ramos realça trajecto de recordes

«Aveiro tem corrido em contra-ciclo nos últimos anos. Tem batido recordes. Desde 2015 tem de facto crescido bastante, temos grandes marcos nesse ano, um crescimento na ordem dos 13% em 2017, 9% em 2018. Este ano, provavelmente será menos, mas continuará a ser crescimento. Já aumentámos cerca de 2% face aos dados que temos de Setembro. Diria que vem muito na sequência de um trabalho dos operadores, que decidiram investir e dar um novo fôlego a Aveiro. Há aqui uma concorrência que tem sido de salutar, e que tem muito a ver com a estabilidade laboral, obtida pelo colega José Luís Cacho, e isso é importante lembrar. Trata-se de uma fórmula de sucesso», começou por dizer Isabel Moura Ramos.

APLOG painel«Aveiro tem a sua competitividade muito aliada à questão do espaço, a soluções intermodais com zero congestionamento, a ligação ferroviária tem vindo a crescer – esperemos que venha a crescer mais com novos projectos que estamos a preparar – mas tudo parte muito do esforço dos operadores e da própria indústria do hinterland, que tem criado um grande dinamismo, e a administração portuária tem sido um facilitador, permitindo que o porto tenha alcançado todo este sucesso», acrescentou a administradora, que integra a equipa liderada por Fátima Alves.

Paz social é produto de solução conjunta

Um dos grandes pilares da construção do sucesso do porto aveirense é, sem dúvida, a paz social duradoura que reina em Aveiro. Qual o segredo? «A fórmula foi conseguida com os carregadores e no seio da comunidade portuária, tendo-se encontrado uma solução conjunta. O papel da comunidade portuária e as iniciativas de cooperação são absolutamente essenciais – não seria a administração do Porto de Aveiro sozinha a fazer o caminho. A solução foi encontrada com a participação de todos. E, de facto, os operadores reconhecem que Aveiro é considerado um exemplo, pela fórmula encontrada junto da comunidade portuária com aqueles que estão na cadeia logística», explicou Isabel Moura Ramos.

Aveiro «tem potencial» para criar soluções logísticas ‘chave na mão’

Entre os trunfos e as oportunidades, Isabel Moura Ramos frisou ainda o papel que a Janela Única Logística (JUL) poderá desempenhar na agilização dos procedimentos logísticos e administrativos, no contexto da fluidez com o hinterland. «Aveiro traz uma vantagem: como tem zero congestionamentos, a solução que o operador pode oferecer é mesmo uma solução ‘chave na mão’, com marítimo, ferroviário, rodoviário, ligado aos portos secos e às plataformas logísticas. Aqui, a Janela Única Logística – que em Aveiro estamos a tentar implementar até final deste ano – irá ajudar na tarefa de criação de uma solução ‘chave na mão’ por parte dos operadores. Aveiro tem potencial para criar este tipo de soluções», frisou.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com