Isaltino Oeiras ENIDH

Isaltino Morais: «A educação é, indiscutivelmente, uma prioridade para o Município de Oeiras»

Marítimo Comentários fechados em Isaltino Morais: «A educação é, indiscutivelmente, uma prioridade para o Município de Oeiras» 304
Tempo de Leitura: 3 minutos

ENIDHA ENIDH assinalou, no passado dia 19 de Outubro, 97 anos de vida – a sessão foi acompanhada a par e passo pela Revista Cargo, que dedica a totalidade da sua newsletter ao evento. Isaltino Morais, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, foi um dos intervenientes da sessão: o autarca enfatizou a abertura do município à educação, exaltando a evolução da parceria – já em curso – entretanto firmada com a ENIDH.

«A educação é, indiscutivelmente, uma prioridade para o Município de Oeiras» – assim iniciou o discurso Isaltino Morais, vincando que Oeiras é, neste contexto de abertura à educação, «um caso único, até agora, em Portugal». Para ilustrar tal aposta, exemplificou: «Em 2017, Oeiras concedia 32 bolsas do ensino superior. Em 2020, passou para 400. E em 2021, não há limite de bolsas a conceder. O que é que isto quer dizer? Oeiras é o primeiro município do país que abre as portas a que todos os jovens, todos, que fazem o décimo segundo ano e não têm condições materiais para ingressar numa universidade, o possam fazer, porque a câmara municipal lhes garante essa oportunidade».

Isaltino Morais foi taxativo: este trata-se de «um caso único, até agora, em Portugal»; o autarca espera, contudo, que se «replique por esse país fora». É, salientou o autarca, «demonstrativo da importância que damos à educação», sublinhando que «todos têm consciência do peso que o número de licenciados, de investigadores e todos os que têm acesso ao ensino superior, tem na economia de um país». Assim se materializa «a abertura do Município de Oeiras» face «ao sistema educativo em geral e muito particularmente em relação ao ensino superior».

Isaltino Morais fez ponto de situação da evolução da parceria com a ENIDH

Isaltino Morais focalizou, depois, a parceria entre o município e a ENIDH, lembrando ser «uma honra» marcar presença no assinalar dos 97 anos da instituição. Para o autarca, a parceria com a escola náutica era já uma necessidade premente que demorou tempo a mais a concretizar-se. «Numa destas cerimónias, recordo-me de, enfaticamente, ter dito que era já altura de passarmos da conversa, da retórica, aos actos. Era fundamental que se criassem condições para o estabelecimento de acordos entre a câmara municipal e a escola náutica», recordou.

O presidente da câmara municipal voltou a deixar críticas aos atrasos e inoperâncias a nível burocrático, considerando este factor fatal para a evolução do país. «A burocracia é um dos factores mais determinantes da situação em que nos encontramos em matéria de desenvolvimento. É um sintoma de um poder que alguns querem para si e que não o querem largar. E é, sobretudo, uma condicionante ao trabalho em equipa, à cooperação e ao desenvolvimento. Durante muitos anos, quisemos estabelecer parcerias com a ENIDH. Finalmente, foi possível estabelecer um acordo», rejubilou.

«Na sequência do acordo que fizemos – estou convencido que muitos não acreditavam – já está lançado o procedimento do parque de estacionamento, está lançado o procedimento da recuperação do pavilhão desportivo e da piscina, foram já feitos trabalhos de alcatroamento; o município vai investir cerca de 3 milhões de euros para lavar a cara da escola náutica», frisou Isaltino Morais, deixando rasgados elogios à ENIDH: «Há gente formada na escola náutica espalhada por todo o país, das mais diversas actividades», denotou. «É indiscutível que aqui se formam líderes».

Saiba mais sobre a parceria entre Oeiras e a escola náutica:

Parceria Oeiras-ENIDH materializa «prioridade» dada à Educação, Investigação e Ciência

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com