João Gaspar da Silva (CTT): «’Lockers’ podem dar resposta eficaz» ao desafio da entrega ‘last mile’

Logística, Terrestre Comentários fechados em João Gaspar da Silva (CTT): «’Lockers’ podem dar resposta eficaz» ao desafio da entrega ‘last mile’ 432
Tempo de Leitura: 2 minutos

João Gaspar da Silva, Director de Operações dos CTT, foi um dos oradores que integrou o painel ‘Os Novos Desafios da Logística Urbana’, que inaugurou a sessão de trabalhos do dia 15 de Maio, dia que assinalou a conferência ‘A Logística e as Cidades’, organizada pela APLOG. A Revista Cargo marcou presença no evento e traz até si, durante a presente semana, os vários retratos falados que deram corpo ao evento.

«Esmagadora maioria das entregas continua a ser pedida para o domicílio»

Discorrendo sobre os desafios logísticos em contexto urbano (e sobre a pressão do e-commerce), o responsável dissertou sobre as entregas last mile e o padrão comportamental do consumidor português: «Vemos, em mercados europeus, padrões de preferência de entrega marcadamente diferentes. Em Portugal, a esmagadora maioria das entregas continua a ser pedida para o domicílio», explicou, analisando o tópico puxado por Jorge Oliveira.

«A oferta de lockers está a crescer»

«O que temos visto a crescer mais no mercado português? A oferta de lockers está a crescer, vemos uma preferência cada vez maior pela entrega no local do trabalho (local conveniente onde o cliente está durante o dia) e temos visto algumas dessas preferências serem travadas pelos próprios empregadores. Achamos que os lockers podem dar uma resposta bastante eficaz a esse desafio», comentou.

Para responder aos constrangimentos actuais, existem ainda, frisou, «algumas oportunidades de descongestionar as cadeias logísticas actuais, mantendo, grosso modo, o modo de funcionamento actual». exemplificando: «O número de entregas ao fim-de-semana é ainda muito reduzido, essa é uma possibilidade para descongestionar, até porque os clientes compram mais online durante precisamente o fim-de-semana», articulou.

«Porque não receberem ao fim-de-semana, ao invés de receberem durante os momentos de maior congestionamento, durante a semana? É uma forma de as cadeias logísticas responderem ao aumento da procura sem acentuarem o problema do congestionamento, que é um problema das mega-cidades», afirmou, antevendo, fora desse espectro mais usual, a vinda de inovações de ponta, como os drones ou os veículos autónomos.

Veículos autónomos aliviarão congestionamento nas cidades

«Estou convencido que existirão no futuro espaços para entregas com drones, com veículos autónomos de entregas – estas serão sempre soluções complementares. A emergência dos veículos autónomos fará muito mais para descongestionar o trânsito nas cidades do que aquilo que nos possamos fazer conjuntamente», argumentou João Gaspar da Silva.

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com