Porto de Setúbal navio contentores

Leixões e Setúbal atingem maiores volumes de sempre de TEU no período Janeiro-Outubro

MarítimoComentários fechados em Leixões e Setúbal atingem maiores volumes de sempre de TEU no período Janeiro-Outubro385
Tempo de Leitura: 2 minutos

Os resultados da movimentação de mercadorias nos portos do Continente, referentes ao período Janeiro-Outubro de 2020, foram hoje divulgados pela Autoridade da Mobilidade e dos Transportes – no segmento dos Contentores, os portos de Leixões e Setúbal voltaram a confirmar a boa senda de resultados, fixando, novamente, os registos mais elevados de sempre – em volume de TEU – para o período em questão.

«Os portos de Leixões e Setúbal registaram o volume de TEU mais elevado de sempre nos períodos de Janeiro a Outubro, com 586 967 e 138 837 TEU movimentados, respectivamente», assinalou a AMT no seu relatório, ao qual a Revista Cargo acedeu. Estes resultados de movimentação de carga contentorizada traduziram-se, assim, em acréscimos homólogos de +21,8 mil TEU para o Porto de Leixões e de +5,5 mil TEU para o Porto de Setúbal.

porto de leixões eixoNo entanto, realçou a entidade, estes dois positivos resultados, somados ao também fundamental contributo do Porto de Sines (que também deu sinais de pujança neste segmento de carga, com um acréscimo homólogo de +120,4 mil TEU), não foram suficientes para «anular as variações negativas de Lisboa e da Figueira da Foz, que atingiram respectivamente -145 mil TEU (-37,2%) e -4,2 mil TEU (23,2%)».

Fazendo uma retrospectiva e analisando o trajecto dos portos de Leixões e Setúbal, verifica-se que ambos vêm trilhando o percurso dos recordes homólogos durante boa parte de 2020: apesar do ano ser dos mais conturbados de sempre em termos de volatilidade e imprevisibilidade dos volumes transportados globalmente, ambas as infra-estruturas portuárias têm fixado sucessivos recordes no que toca à carga contentorizada.

Assim, já em Abril os dois portos davam sinais de retoma neste segmento, fixando recordes homólogos para os primeiros quatro meses de um ano. Os dois portos voltaram a repetir o feito em Agosto e Setembro, fazendo, agora, a mesma façanha no período Janeiro-Outubro. No virar do semestre, recorde-se, o porto nortenho tinha, também, razões para sorrir, tendo fixado a primeira melhor metade de um ano neste árduo 2020.

Recorde-se que, nos primeiros dez meses deste ano, o segmento dos Contentores registou, em termos globais, um volume superior a 2,31 milhões de TEU, uma redução de -0,1% do valor apurado no mesmo período de 2019.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com