Linha do Douro Ferrovia IP Portugal

Leixões quer ser «farol da mudança» através da «aposta na ferrovia», disse Nuno Araújo

Marítimo Comentários fechados em Leixões quer ser «farol da mudança» através da «aposta na ferrovia», disse Nuno Araújo 357
Tempo de Leitura: 2 minutos

A APDL e em especial o Porto de Leixões, estão focados na persecução de uma política de sustentabilidade no que toca às suas operações: segundo garantiu Nuno Araújo, presidente do Conselho de Administração da APDL, a aposta nas potencialidades ecológicas e de eficiência da ferrovia está no topo dos planos do porto nortenho para os próximos anos. Nesta matéria, o porto pretende mesmo ser um «farol da mudança», assegurou.

«Temos de criar soluções logísticas diferentes»

ponte leixões porto«Estamos a procurar ultrapassar as insuficiências na actividade marítima a nível ambiental, procurando ser o farol da mudança, nomeadamente através da aposta na ferrovia», declarou Nuno Araújo durante a sua participação no evento ‘Matosinhos à Conversa – Economia’, que decorreu durante o mês de Outubro. Explorando o tema do Porto de Leixões, o presidente da APDL salientou o desígnio da sustentabilidade ambiental.

Neste capítulo, que se afigura um grande desafio para todos os portos, a ferrovia é uma modalidade primacial para atingir as directrizes fundamentais do combate à disseminação e aumento das emissões poluentes. Além desse potencial, o transporte ferroviário oferece novas soluções logísticas e pode atrair mais clientes, para o porto e para a região, frisou. «Temos de criar soluções logísticas diferentes daquelas que existem actualmente para os nossos clientes e, por isso, olhamos para a ferrovia nessa perspectiva, que permitirá igualmente diminuir a nossa pegada ambiental», vincou.

Outrora «ameaça», ferrovia é cada vez mais aliada do Porto de Leixões

Outrora sem grande quota no tráfego de cargas do porto, a ferrovia tem vindo, no presente, a ganhar espaço – a tendência é de salutar e será aposta contínua: «A ferrovia era vista como uma ameaça para o Porto de Leixões, representando apenas 5% do movimento de mercadorias, e hoje conseguimos elevar esse valor para 10%, esperando que no prazo de 5 anos represente 20%», assinalou o presidente da APDL.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com