vacinas

Lloyd’s orquestra iniciativa para cobrir riscos da cadeia logística na distribuição das vacinas COVID

LogísticaComentários fechados em Lloyd’s orquestra iniciativa para cobrir riscos da cadeia logística na distribuição das vacinas COVID243
Tempo de Leitura: 2 minutos

Com vista a disponibilizar milhares de milhões de dólares em coberturas de seguro e soluções de mitigação de risco à cadeia logística global de transporte e armazenamento das vacinas desenvolvidas contra a Covid-19, o mercado Lloyd’s of London associou-se à Parsyl, uma insurtech focada em dados de cadeias logísticas, para impulsionar o Global Health Risk Facility (GHRF), programa financeiro que alia seguros e tecnologia de dados.

A iniciativa (que se trata de uma parceria público-privada) foi criada especialmente para lidar com a actual emergência mundial provocada pelo novo coronavírus – inclui 14 resseguradoras globais e tem o objectivo abordar os riscos críticos enfrentados pelas vacinas e outros produtos de saúde ao longo da cadeia de distribuição que, sobretudo na parte final, será vital para assegurar a qualidade e as condições de administração do injectável.

«Quando o mundo se prepara para se submeter ao maior programa de vacinação da história humana, assegurar a distribuição segura e eficaz da vacina tem uma importância crítica na resposta à emergência sanitária global», declarou John Neal, CEO da Lloyd’s of London. O projecto GHRF conta com a colaboração da International Development Finance Corporation (DFC), uma agência norte-americana de crédito.

A entidade já deu luz verde a um empréstimo de até 26,7 milhões de dólares para alimentar as primeiras necessidades do programa. Parte do empréstimo da DFC será canalizado para capitalizar o novo Syndicate 1796 que, por sua vez, será uma espécie de âncora para a subscrição das coberturas que são disponibilizadas a doadores e Governos, alguns dos quais elegíveis para beneficiar das condições da facility.

A actividade de subscrição do novo sindicato arranca em Janeiro de 2021, disponibilizando apólices de seguro a custo competitivo e que instituições doadoras ou os próprios Estados poderão contratar para proteger as diferentes fases e riscos das remessas de vacinas e produtos médicos enviados, por exemplo, para países em desenvolvimento. Além das coberturas de seguro, o esquema montado pelo Lloyd’s of London inclui ainda o Risk Management Accelerator, financiado separadamente pelos operadores registados no Lloyd’s e por doadores.

Fonte: Eco

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com