Lorenzo com repercussões que persistem: menos de metade da mercadoria chega às Flores

Marítimo Comentários fechados em Lorenzo com repercussões que persistem: menos de metade da mercadoria chega às Flores 272
Tempo de Leitura: 2 minutos

O furação Lorenzo disseminou estragos pelo território açoriano, afectando fortemente o Porto das Lajes das Flores – cerca de um mês e meio depois da tempestade, veio a bonança, com uma rápida recuperação parcial da operacionalidade na infra-estrutura: uma acção liderada pela Portos dos Açores SA. Ainda assim, a situação no porto, reporta o jornal ‘Açoriano Oriental‘, é precária, com queixas por parte dos empresários.

Segundo o jornal açoriano, os empresários locais sentem-se «desesperados» com o facto de menos de metade da mercadoria encomendada conseguir chegar às Flores e em «pânico» quando confrontados com o futuro dos seus negócios. Os relatos captados pela publicação asseguram que a capacidade dos navios da TMG é «insuficiente». Menos de metade da mercadoria encomendada em Lisboa e em São Miguel consegue chegar à ilha.

Efeitos do Lorenzo persistem: empresários temem prejuízos

Com base nos testemunhos de vários empresários ligados ao ramo alimentar, a publicação açoriana adianta que a maior falha vem-se dando nos produtos perecíveis como as frutas e os legumes, que, quando são descarregados nas Flores, já chegam em «mau estado», sem a possibilidade de serem consumidos ou vendidos, o que representa um custo sem retorno para o negócio. Os prejuízos acumulam-se.

Recorde-se que a entidade responsável pela gestão dos portos dos Açores empenhou-se na reunião de condições – em tempo recorde – para a reabertura da infra-estrutura: uma semana após a passagem do Lorenzo, o Porto das Lajes das Flores reabriu à navegação, tendo recebido a primeira escala de um navio de mercadorias no dia 14 de Outubro, onze dias após o fatídico dia.

«Realizou-se hoje a primeira escala de um navio de mercadorias no Porto das Lajes das Flores, após a passagem do furacão Lorenzo, transportando combustível e produtos alimentares», divulgou a Portos dos Açores no passado dia 14 de Outubro, através de uma nota nas redes sociais.

Com ‘Açoriano Oriental’

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com