Na ressaca de Lorenzo: operacionalidade do Porto das Lajes será reposta «em tempo recorde»

Marítimo Comentários fechados em Na ressaca de Lorenzo: operacionalidade do Porto das Lajes será reposta «em tempo recorde» 238
Tempo de Leitura: 2 minutos

O arranque de Outubro trouxe más notícias para o arquipélago dos Açores: a passagem do furacão Lorenzo disseminou o caos e a destruição, e uma das infra-estruturas mais afectadas foi o Porto das Lajes, Flores. Na ressaca da acção destrutiva do Lorenzo, Miguel Costa, presidente da Portos dos Açores, admitiu mesmo ser necessária a projecção de um «porto novo», dado o volume de estragos.

Lorenzo espalhou o caos, mas recuperação está a ser célere

Uma semana depois, o Governo Regional dos Açores prevê que o Porto das Lajes das Flores possa ser aberto à navegação «muito em breve», tendo sido já limpa «70% da área do terrapleno». De acordo com uma nota de imprensa divulgada pelo Executivo açoriano, «estima-se que, muito em breve, o Porto Comercial das Lajes das Flores possa ser aberto à navegação, pelo menos para navios até 60 metros e calado até cinco metros».

Segundo adiantou o executivo açoriano, os trabalhos de limpeza e remoção dos destroços deste porto tiveram início na passada Quinta-feira, 3 de Outubro, «mal o estado do tempo o permitiu, estando actualmente já limpa 70% da área do terrapleno». Foi levada a cabo «a demolição de grandes blocos de betão, bem como à retirada de contentores da zona das pescas e do restante terrapleno», avançou o Governo, que, na nota, enfatizou a «celeridade dos trabalhos” desenvolvidos pela empresa gestora dos portos açorianos, a Portos dos Açores S.A.

Análise ao cais 5 e vistoria ao molhe principal do cais comercial em andamento

O Governo Regional estima que, «em meados da próxima semana, esta limpeza esteja praticamente concluída» e que a operacionalidade do Porto Comercial das Lajes seja «reposta em tempo recorde». Os trabalhos incluíram a análise ao cais 5 para «perceber se existiriam condições de acostagem» e a vistoria ao molhe principal do cais comercial, «tendo já sido sinalizadas algumas intervenções urgentes a ter em consideração para protecção da bacia portuária e sua operação, aguardando-se a conclusão das sondagens para avançar com a elaboração do projecto de execução da nova estrutura portuária a construir», revelou o Governo açoriano.

Segundo o Governo Regional, está a ser equacionada «a possibilidade de melhorar o acesso rodoviário ao terrapleno, de forma a permitir uma maior facilidade de circulação, incluindo de viaturas pesadas, embora o acesso esteja garantido por uma segunda via».

Com Expresso

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com