Luís Ferreira

Luís Ferreira (HAVI): «A sustentabilidade ambiental é um dos pilares estratégicos da HAVI»

Logística, Terrestre Comentários fechados em Luís Ferreira (HAVI): «A sustentabilidade ambiental é um dos pilares estratégicos da HAVI» 218
Tempo de Leitura: 2 minutos

Foi no passado dia 8 de Setembro que a parceria entre a HAVI, a Dourogás e a Scania tornou possível o primeiro abastecimento a gás natural veicular 100% renovável de um veículo pesado, em Loures. Luís Ferreira, director-geral da HAVI Portugal, marcou presença no evento, realçando que a aposta na sustentabilidade ambiental a descarbonização do transporte são «pilares estratégicos» da empresa.

Luís Ferreira: HAVI quer cortar emissões de carbono em 40% até 2030

Scania Dourogás«A sustentabilidade ambiental é um dos pilares estratégicos da HAVI pelo que iniciativas como esta, que nos possibilitam avançar no sentido da redução das emissões de carbono geradas no transporte de mercadorias, são para nós fundamentais. A HAVI estabeleceu como objectivo (HAVI’s Science Based Targets) reduzir as suas emissões de carbono em 40% até 2030 e para que tal seja possível está empenhada em trabalhar em parcerias como esta que promovem práticas que nos permitirão contribuir para um mundo mais limpo, saudável e sustentável», disse Luís Ferreira.

Recorde-se que a iniciativa teve origem na parceria desenvolvida pelas três empresas e, durante um mês, prevê a realização de cerca de oito mil km abastecidos totalmente com biometano 100% renovável, para transporte pesado de bens alimentares com emissões zero de CO2. A iniciativa da Dourogás em parceria com a HAVI surge «no corolário da execução de uma das medidas do Consórcio Ibérico ECO-GATE, o qual tem como intuito melhorar a eficiência do mercado de GNV, através da implementação de soluções inovadoras que contribuam para uma mobilidade mais limpa e mais sustentável, em adesão aos desígnios nacionais e europeus da transição energética», frisou, em comunicado, a Dourogás.

A demonstração, frisou a Dourogás, vem reforçar a oportunidade que o biometano representa para a mobilidade sustentável, uma prioridade do Grupo Dourogás que quer, até 2025, disponibilizar 50% de GNV de origem 100% renovável, o que permitirá evitar a emissão de 7.600 toneladas de CO2 por ano. Face ao gasóleo, lembra a empresa, o GNV representa também um benefício considerável ao nível da qualidade do ar, uma vez que permite a redução de monóxido de carbono em 30%, de óxidos de nitrogénio (NOx) em 35% e de dióxido de carbono (CO2) em cerca de 20% e, também, a redução em 95% de partículas em suspensão e a neutralização de emissões de dióxido de enxofre (SO2).

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com