Luís Simões acelera revolução digital: papel e chamadas telefónicas «são coisa do passado»

Empresas, Logística Comentários fechados em Luís Simões acelera revolução digital: papel e chamadas telefónicas «são coisa do passado» 320
Tempo de Leitura: 3 minutos

«Os processos realizados em papel, as chamadas telefónicas e outros métodos analógicos são coisa do passado para a Luís Simões» – é desta forma que o operador logístico caracteriza a evolução do seu processo de digitalização. Após uma «forte aposta na automatização» dos seus centros logísticos, a empresa encontra-se agora a «acelerar a transformação digital das suas operações de negócio e suporte».

Luís SimõesNos dias que correm, os operadores logísticos tradicionais enfrentam vários desafios como a sub-utilização de activos, processos manuais ineficientes e interfaces de clientes antiquadas, que fazem aumentar os tempos de resposta. Em sentido contrário, e como vinca a Luís Simões em comunicado, «a logística digital garante a optimização, a visibilidade e a colaboração entre todos os elos da cadeia de abastecimento».

Para alcançar estes objectivos, a Luís Simões revelou ter elegido um conjunto de processos com potencial e uma equipa de gestores que tem liderado diversos projectos, tanto em entidades externas (fornecedores e clientes) como em departamentos internos. Entre eles, destacam-se as caixas de correio centralizadas para gerir pedidos externos, as guias de remessa digitais e também o chamado e-CMR.

  • Caixas de correio centralizadas para gerir pedidos externos. De forma a optimizar o fluxo de comunicação com clientes e fornecedores, a ferramenta Softexpert reencaminha os e-mails a um primeiro grupo de front office, que pode resolver o assunto ou reenvia-o para diferentes áreas de back office, mantendo sempre o controlo sobre a resposta. Os processos permitem verificar em tempo real todo o histórico de um pedido e as respostas enviadas. A avaliação de clientes e fornecedores feita diariamente determinou uma classificação da qualidade de resposta superior a 4, numa escala até 5, e num ano foi possível responder a uma média de 400 solicitações diárias (e-mails, chamadas e outros processos analógicos) através de processos automatizados que, em breve, permitirão aumentar para as 2.000 solicitações diárias.

 

  • Guias de remessa digitais. O processo sistematiza em formato digital todas as guias de remessa emitidas pelos clientes da LS em diversos formatos, possibilitando o seguimento da mercadoria a partir do momento em que é carregada num veículo, em qualquer dos centros de operações da Luís Simões. Armazenada num repositório digital na rede da empresa, a guia de remessa pode ser impressa e agrafada automaticamente em qualquer sítio da rede de distribuição ibérica da LS para acompanhar a entrega. O processo elimina a utilização desnecessária de papel, evita a perda de documentos, reduz custos e maximiza a produtividade e o controlo. Com este sistema foi possível poupar mais de 80 horas de trabalho diárias.

 

  • e-CMR. Ainda em fase de implementação, o processo permite a emissão do CMR em formato digital, o que pode ser feito pelo operador logístico, pela transportadora, pelo cliente e pelo condutor. A ferramenta digital – que será obrigatória na UE nos próximos anos – elimina o papel e permite dispor de toda a informação relativa a uma mercadoria em apenas um clique, incluindo documentos, fotografias, incidentes e a rastreabilidade de todas as operações de carga, com data/hora e localização.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com