Luís Simões e Montepino investem em centro logístico no polígono Puerta Centro de Guadalajara

Empresas, Logística Comentários fechados em Luís Simões e Montepino investem em centro logístico no polígono Puerta Centro de Guadalajara 1043
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Luís Simões e a Montepino anunciaram o investimento conjunto (de 85 milhões de euros) num avançado Centro Logístico no Polígono Puerta Centro de Guadalajara. O projecto, desenvolvido pela Montepino e que será utilizado em exclusivo pela Luís Simões, contará com uma área total de 89.000m². As obras deste avançado complexo logístico foram entregues à INBISA Construcción.

De acordo com a Luís Simões, «o parque logístico é constituído por três edifícios, com os respectivos escritórios»: as obras dos três edifícios de 31.158m², 29.083m² e 28.650m² terão «uma duração de nove meses». O complexo foi desenhado para ter capacidade para 178.000 paletes e permitir, em cadência diária, a entrada de 112 viaturas e a saída de 174, informou ainda a companhia logística.

Infra-estruturas de topo adaptadas « às exigências da logística de e-Commerce»

«Estas infra-estruturas estarão dotadas das mais recentes ferramentas tecnológicas, que permitem a automatização no envio de paletes e uma solução especialmente adaptada às exigências da logística de e-Commerce», comunicou a referência logística ibérica, através de um comunicado ao qual a Revista Cargo teve acesso.

O novo centro de operações disponibilizará «serviços adaptados às exigências da logística de grande consumo, bem como 5.350m² para serviços de Copacking/e-Commerce e câmaras de temperatura controlada, que permitirão dar suporte a diferentes perfis de clientes». A missiva da Luís Simões desvenda ainda que «o edifício de 31.158m² será um armazém automatizado implementado pela empresa Consoveyo».

Complexo situado num dos «principais núcleos logísticos da Península Ibérica»

A localização do centro logístico obedece a um critério geoestratégico essencial: este encontra-se situado no  Polígono Puerta Centro de Guadalajara, «um dos principais núcleos logísticos da Península Ibérica», revela a Luís Simões. «Trata-se de uma das áreas estratégicas mais importantes do território espanhol para grandes operadores nacionais e internacionais, devido à ligação directa à autoestrada A-2 e ao Corredor de Henares e Madrid».

Segundo a Luís Simões, o projecto «foi concebido com os melhores padrões de qualidade e sustentabilidade energética, o que lhe permitirá obter o certificado LEED Gold, concedido pelo Conselho de Construção Ecológica dos Estados Unidos (US Green Building Council)».

 

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com