Luís Simões

Luís Simões posiciona-se como operador de referência para a logística do sector farmacêutico

Empresas, Logística Comentários fechados em Luís Simões posiciona-se como operador de referência para a logística do sector farmacêutico 317
Tempo de Leitura: 2 minutos

Numa altura em que a logística e distribuição de produtos farmacêuticos está sob os holofotes mediáticos (devido à pandemia), a Luís Simões, player logístico de referência na Península Ibérica, posiciona-se como operador de referência para a logística e distribuição do sector farmacêutico, fazendo valer a sua expertise no sector através do armazenamento e distribuição de medicamentos, dispositivos médicos e outros produtos de saúde.s

Em Portugal, a actividade do Grupo neste sector concentra-se na região Norte e prende-se com a distribuição por grosso de dispositivos médicos (aparelhos, instrumentos, software, etc. utilizados para fins de diagnóstico ou terapêuticos). As actividades da Luís Simões prendem-se maioritariamente com a armazenagem deste tipo de dispositivos, em condições adequadas e respeitando altos padrões de qualidade e segurança.

frota luis simoesPara isto, o operador conta com áreas dedicadas nas suas instalações de Leixões (superfície de 20.000m2 e capacidade para 35.950 paletes) e de Vila Nova de Gaia (superfície superior a 2.500m2 e capacidade para 2.238 paletes); os centros contam com certificação por parte do Infarmed. A operação é complementada, a nível ibérico, no centro logístico de Cabanillas del Campo (Guadalajara), a partir do qual se realiza o abastecimento de armazéns grossistas, farmácias e farmácias hospitalares, bem como outras entidades legalmente estabelecidas.

Actualmente, as instalações têm capacidade para 2.600 paletes, dedicadas a medicamentos, cosméticos, produtos de saúde e de cuidado pessoal, distribuídos para 114 destinos na Península Ibérica, entre Portugal, Espanha e Andorra. «As operações ibéricas da Luís Simões satisfazem as exigências de logística e distribuição dos seus clientes, oferecendo os mais elevados padrões de qualidade e segurança e convertendo-a num operador de confiança no sector pharma», vincou a empresa, através de um comunicado, ao qual a Revista Cargo acedeu.

Luís Simões pretende prosseguir ampliação das operações no mercado ibérico

O grupo deixou claro que pretende «desenvolver a sua actividade de forma a continuar a afirmar-se como operador logístico de referência para este sector». Luís Freitas, Director-Geral de Logística da Luís Simões, vincou que o grupo tem «ambição de continuar a ampliar» as suas operações no mercado ibérico, «oferecendo sempre um serviço integral e de qualidade» a todos os nossos clientes, «implementando as últimas tecnologias e inovações do sector». «Como parte da nossa estratégia de crescimento, temos vindo a posicionar-nos como um parceiro de referência para o armazenamento e a distribuição de medicamentos e produtos farmacêuticos e queremos continuar a apostar nesta área», rematou Luís Freitas.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com