MacGregor desenha sistema de amarração autónomo e eléctrico para o navio Yara Birkeland

Marítimo Comentários fechados em MacGregor desenha sistema de amarração autónomo e eléctrico para o navio Yara Birkeland 448
Tempo de Leitura: 2 minutos

A empresa tecnológica MacGregor ficará a cargo de criar o sistema de amarração automatizado para o primeiro navio autónomo de contentores do mundo, o Yara Birkeland, já amplamente noticiado pela Revista Cargo.

Yara Birkeland terá amarração autónoma e totalmente eléctrica

A tecnologia providenciada pela MacGregor garantirá que as operações de amarração sejam realizadas sem intervenção humana e com propulsão totalmente eléctrica, com emissão zero. O sistema de amarração para o Yara Birkeland será entregue à Kongsberg (empresa responsável pela construção do porta-contentores inovador) na segunda metade deste ano.

Sistema «inovador que aumenta a segurança e a eficiência ecológica»

«Trabalhámos em estreita colaboração com a Kongsberg para identificar a solução de ancoragem mais adequada. Estamos orgulhosos de ter desenvolvido um sistema inovador e totalmente eléctrico que aumenta a segurança e a eficiência ecológica em comparação com as operações convencionais de amarração», declarou Høye Høyesen, vice-presidente da divisão Advanced Offshore Solutions da MacGregor.

Yara: um exemplo de «cooperação» entre o cluster marítimo e o Governo norueguês

«Operações autónomas e controladas de forma remota são um desenvolvimento importante para a indústria marítima e a liderança da Noruega foi conseguida graças à estreita cooperação entre o cluster marítimo norueguês e as autoridades norueguesas. Nos últimos anos, houve um rápido desenvolvimento impulsionado por um aumento significativo na procura», declarava o CEO da Kongsberg em Abril de 2018, ao abordar o tema.

Geir Håøy elogiava a sinergia de esforços entre o Governo da Noruega e as empresas do sector marítimo, em busca de inovações no domínio da automação, especialmente no short sea shipping. «Haverá um mercado significativo para estes tipos de serviços num futuro próximo», declarou, ao analisar a pertinência do projecto do Yara Birkeland, levado a cabo pela Kongsberg em aliança com o Grupo Wilhelmsen.

«Inicialmente, o transporte marítimo de curta distância utilizará navios autónomos. Isso também implica maior competitividade para mudar a carga da rodovia para o mar. Os ganhos são maior eficiência e redução de emissões», explicou.

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com