Maersk vai às compras fora do mar

Marítimo Sem comentários em Maersk vai às compras fora do mar 640
Tempo de Leitura: 1 minutos

Depois de ter-se despojado de activos fora das esferas do Transporte e da Logística, o Grupo A.P Moller-Maersk vincou, através do seu CEO, Soren Skou, a intenção de se concentrar nesse mercado (onde, em parte, já lidera, através da Maersk Line) e também em penetrar afincadamente no sector das entregas de encomendas. Neste sentido, não são motivo de surpresa as mais recentes declarações de Jakob Stausholm, CFO do grupo, que dão conta de um plano de aquisições fora do mar, criando um verdadeiro integrador global.



A.P. Moller-Maersk prepara-se para adquirir empresas fora da esfera marítima

O responsável financeiro da A.P Moller-Maersk reforçou o desígnio estratégico anunciado por Soren Skou durante a última reunião com os investidores, revelando que o grupo procurará oportunidades para adquirir empresas no ramo das entregas de encomendas, de modo a ganhar escala suficiente para, em pouco tempo, medir forças com potências como a UPS ou a FedEx. Para Stausholm, a Maersk deve multiplicar as suas valências para suprir necessidades de actuais clientes que ameaçam transformar-se em rivais futuros caso essas necessidades não sejam eficientemente satisfeitas.

Dominados os oceanos, grupo quer agora ser integrador global por excelência, diz CFO

«Somos bastante dominadores no segmento dos oceanos, e por isso preferimos crescer fora desse habitat, daí ser boa ideia procurar fusões e aquisições nesses segmentos», declarou o CFO do grupo na passada Terça-feira. A aquisição de activos em terra firme permitirá à Maersk tornar mais completa a oferta de serviços, estendendo as suas capacidades e disseminando a sua influência a terra, à medida que, simultaneamente, finaliza a absorção da Hamburg Sud e aprofunda o processo de consolidação da indústria marítima.

«Não pretendemos competir directamente com empresas como a UPS ou a FedEx, mas pretendemos que nos vejam como seus pares», comentou Jakob Stausholm. «Eles são os integradores globais da sua indústria e nós queremos ter esse estatuto na nossa indústria», explicou ainda, recusando-se a desvendar o tipo de empresas a serem adquiridas no futuro próximo.



Leave a comment

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com