Maersk encomenda à Hyundai Heavy Industries 8 porta-contentores alimentados a metanol

Marítimo Comentários fechados em Maersk encomenda à Hyundai Heavy Industries 8 porta-contentores alimentados a metanol 341
Tempo de Leitura: 2 minutos

A AP Moller – Maersk assumiu um forte compromisso com a solução alternativa do metanol verde enquanto combustível naval, ao ter oficializado a encomenda de oito navios porta-contentores de 16.000 TEU dual-fuel aos estaleiros da sul-coreana Hyundai Heavy Industries (HHI).

Porta-contentores serão entregues em 2025

Os oito porta-contentores (de capacidade na fasquia dos 16 mil TEU) serão entregues no ano de 2025, e, assegura a transportadora marítima nórdica, permitirão à Maersk oferecer um serviço de Shipping neutro em carbono aos seus clientes no segmento do transporte marítimo contentorizado.

O contrato com a Hyundai Heavy Industries inclui ainda uma cláusula de opção para quatro navios porta-contentores adicionais, que apenas serão construídos caso a operadora marítima identifique necessidade para tal, nos próximos anos. A aposta no metanol diverge da maioria dos rivais da Maersk, que vêem optando pelas potencialidades do gás natural liquefeito (GNL): a francesa CMA CGM tem liderado essa escolha.

Entre os grandes clientes da Maersk que já se comprometeram a apoiar esta aposta de sustentabilidade e a optar por transportes efectuados em navios movidos a metanol estão a Amazon, Disney, H&M Group, HP Inc., Levi Strauss & Co., Microsoft, Novo Nordisk, The Procter and Gamble Company, PUMA, Schneider Electric, Signify, Syngenta e a Unilever. «O investimento da Maersk em grandes navios que operam com metanol verde é um passo inovador importante para apoiar os objectivos climáticos do Grupo H&M», disse Leyla Ertur, Chefe de Sustentabilidade do Grupo H&M.

O sistema de propulsão de metanol para os navios está a ser desenvolvido em colaboração com fabricantes como a MAN, a Hyundai (Himsen) e Alfa Laval. A transportadora marítima planeia operar os navios com e-metanol neutro em carbono ou bio-metanol sustentável o mais rápido possível e a empresa admite que obter uma «quantidade adequada de metanol neutro em carbono desde o primeiro dia será um desafio».

Maersk já tem acordo para fornecimento de metanol verde

Recorde-se que, neste contexto, a empresa dinamarquesa já anunciou a assinatura de um acordo com a European Energy da Dinamarca – por via da sua subsidiária REintegrate – para o fornecimento deste recurso energético. A fábrica produzirá cerca de 10 mil toneladas anuais de ‘e-metanol’. A produção do combustível para a Maersk começará no ano de 2023.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com