Mercedes camião eActros

Mercedes prepara o futuro com aposta nos camiões eléctricos e a ‘fuel cell’ de hidrogénio

Empresas, Terrestre, Veículos Comentários fechados em Mercedes prepara o futuro com aposta nos camiões eléctricos e a ‘fuel cell’ de hidrogénio 291
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Mercedes desvendou as novas propostas para veículos pesados mais ecológicos: no centro da política de sustentabilidade ambiental está o modelo eActros de Longo Curso, o tractor para semi-reboques eléctrico, alimentado por baterias, que se trata de uma versão mais possante e com mais autonomia dos veículos pesados de menor capacidade que o construtor já tinha lançado, estes para transportes em meio urbano e semi-urbano.

Mercedes aposta na revolução do paradigma energético de pesados

A construtora desvendou também o seu novo protótipo de veículo pesado eléctrico, com a energia a ser produzida a bordo com recurso a fuel cells a hidrogénio. Depois de reacções menos positivas às primeiras propostas de camiões eléctricos a bateria por parte dos construtores líderes de mercado, como o Semi da Tesla, ou a fuel cell da Toyota, a indústria automóvel operou, gradualmente, um shift energético, mudando o paradigma nos pesados.

Encara-se agora o futuro deste segmento de transporte rodoviário com outros olhos e as marcas começam a reflectir tal shift: o futuro dos pesados passará, invariavelmente, pelos motores eléctricos (independentemente da origem da energia eléctrica), assim cavando novas distâncias para o modelo convencional da dependência de motores a gasóleo. Recorde-se que a divisão de pesados da Daimler já tinha revelado versões eléctricas do eCascadia, um camião semi-reboque de Classe 8, os que possuem maior capacidade de carga, bem como do eActros, um camião semi-urbano.

eActros de Longo Curso com autonomia de 500km entre recargas

A novidade é o lançamento do eActros de Longo Curso, que, segundo preconiza a marca, atingirá uma autonomia de 500 km entre recargas. A Daimler, que tem possui uma frota de eActros semi-urbanos em fase de testes, espera que a versão de Longo Curso seja produzida em série a partir de 2024. Para lá desta versão de um veículo pesado eléctrico a bateria para grandes distâncias, o grupo encontra-se a laborar num protótipo para um novo tipo de camião eléctrico de longo curso, com a energia a ser criada a bordo por células de combustível a partir de hidrogénio.

Intitulado de ‘Concept GenH2’, este semi-reboque Classe 8 monta duas fuel cells de 150 kW cada, bem como uma pequena bateria (70 kWh) para que tudo opere antes de as células de combustível estarem a funcionar. Uma vez a trabalhar em pleno, o GenH2 tem capacidade de gerar 400 kW, cerca de 544 cv. Isto prova que a Mercedes acredita no futuro dos veículos pesados eléctricos, mas quer manter as suas opções em aberto, caso as fuel cells evoluam mais rapidamente do que se pensa, para este tipo de aplicações.

Saiba mais sobre as apostas logísticas no modelo eActros:

Dachser integra camião 100% eléctrico eActros na sua rota de distribuição e entrega em Estugarda

 

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com