Átrio Norte Areeiro_2

Metro de Lisboa investe 2,8 milhões de euros na reabertura do átrio Norte da Estação do Areeiro

Terrestre Comentários fechados em Metro de Lisboa investe 2,8 milhões de euros na reabertura do átrio Norte da Estação do Areeiro 429
Tempo de Leitura: 3 minutos

O Metropolitano de Lisboa (ML) inaugurou hoje o átrio Norte da Estação do Areeiro, após a realização de uma empreitada que visa a melhoria das instalações, correspondente a um investimento de 2,8 milhões de euros, garantindo a acessibilidade plena às áreas públicas da estação, bem como ao acesso por elevadores (da rua até ao átrio e deste ao cais de embarque).

Com esta intervenção, das 56 estações existentes na rede do ML, 40 passam a dispor de «mobilidade plena, correspondendo a 71,4% do total das estações da rede», reportou o Metropolitano de Lisboa, em comunicado. O projecto de reformulação do átrio Norte, agora reaberto, corresponde à segunda fase da intervenção na estação Areeiro, após a obra de ampliação do átrio Sul, aberto ao público em Novembro de 2013, contemplando um átrio totalmente renovado e um cais de embarque alargado, adaptado à oferta de composições de seis carruagens. Recorde-se que esta é uma estação com 45 anos, que apresentava «sinais de desgaste».

Esta intervenção envolveu a instalação de três novos elevadores, dando cumprimento aos objectivos de acessibilidade definidos para a rede do Metropolitano, em especial para os clientes de mobilidade condicionada, bem como a modernização de equipamentos, sistemas e instalações, adequando-os aos actuais padrões e necessidades de mobilidade.

Destaque, ainda, para os seguintes trabalhos:

  • Renovação das salas de ventilação principal existentes no átrio Norte da estação;
  • Reforço do sistema de ventilação/desenfumagem com compartimentação corta-fogo e novas saídas de ar ao nível do cais;
  • Renovação das instalações eléctricas, com iluminação normal e de emergência LED, mais eficiente e sustentável;
  • Reformulação da linha-barreira existente, integrando o módulo de cabina de venda de bilhetes na parte central.

Com projecto arquitectónico de Alberto Barradas, foi mantida a intervenção azulejar de origem da artista Maria Keil, foi dada continuidade à intervenção plástica de Júlia Ventura iniciada no átrio Sul e foram realizadas outras intervenções plásticas de autor, estéticas e decorativas, que contribuem para o embelezamento global da estação, informou ainda o Metropolitano de Lisboa.

No âmbito desta empreitada, foram, também, incluídos os seguintes trabalhos complementares no átrio Sul desta estação:

  • Tratamento das infiltrações e reforço do sistema de drenagem na envolvente às juntas de dilatação;
  • Instalação de um corrimão central metálico nas escadas construídas entre os níveis cais/átrio, tendo em vista melhorar a organização de fluxos de passageiros em circulação nos dois sentidos;
  • Integração de novo ventilador e condutas para a consolidação do sistema geral de ventilação/desenfumagem estabelecido para toda a estação.

A conclusão da empreitada permite a reabertura ao público dos acessos Norte, via Av. Padre Manuel da Nóbrega. Os trabalhos enquadram-se no no plano de modernização e reabilitação das estações do Metropolitano de Lisboa, que representam um investimento de cerca de 23 milhões de euros.

«Estes investimentos evidenciam o compromisso do ML junto das populações que habitam e/ou trabalham na Área Metropolitana de Lisboa, afirmando-se como um operador de transporte estruturante para a mobilidade da cidade que contribui para uma melhoria progressiva da qualidade do serviço que presta diariamente aos seus clientes», assegurou, no comunicado, o Metropolitano de Lisboa.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com