Linha do Douro Ferrovia IP Portugal

Ministro das Infra-estruturas esta Segunda-feira na consignação do troço Alandroal-Elvas

Terrestre Comentários fechados em Ministro das Infra-estruturas esta Segunda-feira na consignação do troço Alandroal-Elvas 401
Tempo de Leitura: 2 minutos

Neste dia 4 de Novembro, Pedro Nuno Santos preside, em Elvas, à cerimónia de consignação de mais um troço da linha ferroviária Évora-Badajoz, depois de eventos similares em Março de 2018 e Fevereiro de 2019. O Ministro das Infra-estruturas e Habitação marca assim presença na cerimónia de consignação da empreitada de construção do troço ferroviário entre o Alandroal e Elvas, que ocorre esta manhã nesta cidade.

Trata-se de uma secção de 30 quilómetros que será integrada no corredor Sines–Badajoz e que foi adjudicada à Sacyr por 130,5 milhões de euros. Recorde-se que, em Fevereiro passado, realizara-se (sob a tutela de Pedro Marques) a adjudicação de outro troço do mesmo projecto (designado Corredor Internacional Sul), desta vez no Redondo, marcando o início das obras na faixa Évora Norte – Freixo, numa extensão de 20,5 quilómetros.

Antigo ministro frisou: esta é a «maior linha férrea dos últimos 100 anos»

Ministro Pedro Nuno Santos

A mensagem foi repetida várias vezes pelo antigo ministro: esta é a maior linha férrea dos últimos 100 anos, ligando Évora e Elvas e tendo um custo de 530 milhões de euros – o seu propósito primordial? Conectar Sines e Espanha, materializando uma via de transporte de mercadorias que dará vazão aos fluxos de carga gerados pelo Porto de Sines. Apesar de estrategicamente urgente, o projecto leva, no entanto, muitos meses de atraso.

A ligação já deveria estar finalizada desde o terceiro trimestre de 2019. A expectativa da Infra-estruturas de Portugal (IP) é que a linha esteja concluída dentro de três anos, quatro anos depois do previsto, adianta o ‘Público‘. No imediato, arrancará o desbravamento do terreno onde será assente a tal maior linha férrea do último século e que a Infra-estruturas de Portugal separou em quatro secções: Évora – Évora Norte, Évora Norte – Freixo, Freixo – Alandroal, e Alandroal – Elvas (a ligação Elvas – Badajoz já existe).

Com a assinatura de hoje (130,5 milhões de euros para o troço Alandroal – Elvas) passam a estar consignados 252 milhões de euros para realizar obra em três dessas secções. Em falta está o primeiro troço entre a actual estação de Évora e Évora Norte porque foi necessário fazer alterações ao projecto devido à contestação da população e da autarquia ao traçado previsto.

Com ‘Público’

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com