Modernização do Terminal de Alcântara: projecto harmonizado face às «expectativas de mercado»

Marítimo Comentários fechados em Modernização do Terminal de Alcântara: projecto harmonizado face às «expectativas de mercado» 456
Tempo de Leitura: 2 minutos

A reportagem do ‘Jornal Económico‘, divulgada na semana passada, deu a conhecer o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) referente ao projecto de Modernização do Terminal de Contentores de Alcântara, do Porto de Lisboa – a luz verde inicial dá boas perspectivas para o arranque dos trabalhos, em 2021. O relatório, da Proman, realça que o projecto foi reduzido (face a 2008) em consonância com as expectativas de mercado.

Modernização do terminal: projecto reduzido em função das expectativas de mercado

O EIA levado a cabo pela consultora Proman – e noticiado pelo ‘Jornal Económico’ – explica que, «como consequência da redução de expectativas de mercado, as dimensões físicas do projecto actual foram significativamente reduzidas, comparativamente com as previstas no projecto concebido em 2008». «Foi assim possível desenvolver integralmente o actual projecto dentro da área já concessionada e consignada à Liscont, dispensando a incorporação de áreas previstas no anterior projecto», detalha o documento, actualmente em consulta pública.

Estas alterações prendem-se com «a construção do prolongamento do cais já existente para leste, numa extensão de 500 metros; o aterro da área compreendida entre o actual cais da Gare Marítima da Rocha do Conde de Óbidos e o prolongamento do cais que, no anterior projecto, constituiria um novo terrapleno com 55.724 metros quadrados de área; a construção, dentro da doca do Espanhol (também designada por Doca de Alcântara), de uma plataforma ferroviária e de um cais para barcaças, totalizando uma área de 14.352 metros quadrados», descreve o EIA.

A Proman explica que, «ao contrário do anterior projecto, o actual projecto, permitirá mesmo dispensar uma faixa de terreno para a manutenção de um acesso rodoviário à zona da Gare Marítima da Rocha, a localizar entre a muralha Sul da doca do Espanhol e a futura vedação Norte do terminal, representando uma redução de área de quatro mil metros quadrados». Relativamente ao projecto anterior, o actual projecto «apresenta uma área de implantação total inferior em cerca de 7,4 hectares», conclui o estudo de impacto ambiental do novo projecto.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com