Montijo e Barreiro dão parecer positivo ao Estudo de Impacte Ambiental do novo aeroporto

Aéreo Comentários fechados em Montijo e Barreiro dão parecer positivo ao Estudo de Impacte Ambiental do novo aeroporto 363
Tempo de Leitura: 2 minutos

De acordo com a Lusa, o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do novo aeroporto do Montijo recebeu, por banda das Câmaras do Barreiro e Montijo, um parecer favorável. Para as autarquias, o projecto aeroportuário possui uma «capacidade única» para impulsionar e dinamizar a Margem Sul.

O aeroporto tem uma capacidade única e acho que essa é a responsabilidade do Governo e do próximo Governo que for eleito, de ser um grande dinamizador de toda a Margem Sul», comentou Frederico Rosa (PS), presidente da Câmara do Barreiro, citado ontem pela Lusa.

Investimento em «receptores sensíveis» para «minimizar» o impacto

O parecer positivo ao EIA foi aprovado na passada Segunda-feira, transparecendo o resultado o apoio à construção do aeroporto na Base Aérea n.º 6, que se situa entre o Montijo e Alcochete, no distrito de Setúbal. Apesar das ameaças à avifauna e potenciais efeitos negativos na saúde pública devido ao ruído, apontadas pelo estudo, Frederico Rosa diz não caber à autarquia «fazer uma avaliação técnica do ambiente».

A tarefa da autarquia será a de encontrar «um equilíbrio» entre «minimizar a parte negativa e optimizar a parte positiva», comentou o autarca. «Embora os níveis de ruído estejam no limiar daquilo do que é aceitável (…) é importante desde logo minimizar todo esse impacto que se vai fazer sentir, fazendo um investimento naquilo que o estudo chama de receptores sensíveis, como a colocação dos vidros duplos nas habitações, centros de saúde e hospitais», aprofundou Frederico Rosa à Lusa.

Projecto «de acordo com estratégia de desenvolvimento local, regional e nacional»

Também a Câmara do Montijo adiantou ontem que enviou o «parecer técnico positivo» à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) na passada Sexta-feira, apesar de ainda estar sujeito a ratificação na próxima sessão de executivo. «O parecer favorável (…) assenta no pressuposto que o projecto está de acordo com a estratégia de desenvolvimento sustentável do território local, regional e nacional, contemplando as adequadas medidas de compensação ao nível da protecção ambiental, em particular as que estão relacionadas com o ruído e a avifauna», indicou, em comunicado.

Para o Montijo, relata a Lusa, o novo aeroporto representa «uma mais-valia em termos económicos e sociais, potenciando a criação de emprego e riqueza» no concelho e em toda a região de Setúbal.

Com Lusa

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com