avião aeroporto

NAV Portugal: Março denotou queda homóloga de -36% no tráfego aéreo devido ao COVID-19

Aéreo Comentários fechados em NAV Portugal: Março denotou queda homóloga de -36% no tráfego aéreo devido ao COVID-19 263
Tempo de Leitura: 2 minutos

A NAV Portugal revelou que geriu menos 24,3 mil voos em Março: um registo que traduz uma quebra de 36% face ao mesmo mês do ano passado, tendo-se registado um total de 42,8 movimentos, devido ao impacto da pandemia da Covid-19.

Segundo os dados preliminares da gestora aeroportuária, ecoados pela Lusa, «os números evidenciam o impacto da pandemia de covid-19 e das diversas medidas assumidas por vários Estados para conter o ritmo de contágio, medidas que determinaram quedas abruptas no sector da aviação civil a nível global». A NAV espera quedas «mais pronunciadas» no presente mês; o tráfego em Janeiro e Fevereiro ter estado em linha com 2019.

Tendo em conta apenas a última semana do mês, a quebra do tráfego superou os 85%, sendo expectáveis em Abril quebras a rondar os 85% e 95%. «A queda acentuada do tráfego aéreo é bastante preocupante, por tudo o que tal representa em termos de impactos na economia», referiu o presidente da NAV, citado na missiva. O total de movimentos geridos pela NAV inclui não apenas os voos com origem/destino em aeroportos portugueses, mas também aqueles que sobrevoam o espaço aéreo sob responsabilidade portuguesa, que totaliza mais de 5,8 milhões de Km2.

controlo aereo aviao itec nav«Apesar da quebra do tráfego no mês de Março, como um todo, se ter situado em 36%, sublinhe-se que foi a partir do dia 16 que se iniciou um ciclo de quebras cada vez mais acentuadas à medida que diversas ligações começaram a ser suspensas. Desta forma, e dividindo o mês de Março em dois, nota-se que na primeira metade a NAV Portugal geriu perto de 31,8 mil voos, uma redução de apenas 2% face ao mesmo período de 2019. Já na segunda metade do mês, a NAV controlou perto de 12 mil voos», pode ler-se no comunicado.

Recorde-se que que, a 10 de Março, foram suspensos os voos para Itália. Seguiu-se a suspensão de voos europeus para os EUA, no dia 13, e no dia 17 as ligações entre Portugal e Espanha. A 19 de Março, a União Europeia suspendeu os voos extra-comunitários. As suspensões de ligações aéreas irão manter-se, para além do fecho temporário dos aeroportos lusos; diversas companhias anunciaram que a maioria dos seus aviões permanecerá em terra durante o próximo mês de Maio.

Com Lusa

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com