Navaltagus

Navaltagus e Grupo ETE destacam-se em «importante» operação logística multidisciplinar

MarítimoComentários fechados em Navaltagus e Grupo ETE destacam-se em «importante» operação logística multidisciplinar414
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Grupo ETE colocou à prova a sua diversidade de valências durante a operação logística crucial para o progresso do projecto de requalificação da zona ribeirinha de Lisboa – o grupo transportou, entre os dias 15 e 18 de Março, os novos passadiços (construídos nos estaleiros da Navaltagus, empresa que integra o grupo português) montados recentemente na estação Sul e Sueste do Terreiro do Paço) até ao Porto de Lisboa.

Os dois passadiços (saiba todos os pormenores na reportagem da Revista Cargo) foram descarregados com recurso a duas gruas (uma flutuante e uma em cais) para uma das barcaças do Grupo ETE (munidas de uma capacidade de 2.500 toneladas e comprimento de 90 metros), sendo depois transportados por via fluvial até ao Terminal de Santa Apolónia. A garantir esta manobra estiveram presentes as várias equipas da ETE Fluvial, S&C e Navaltagus, todas empresas do Grupo ETE. Já no terminal, os passadiços foram descarregados para o navio Monte Brasil (do armador Transinsular) que viria a transportá-los na madrugada seguinte para a estação fluvial do Terreiro do Paço, onde seriam finalmente colocados.

«Este projecto é mais um passo importante na requalificação da zona ribeirinha lisboeta e, para o Grupo ETE, representa uma operação logística integrada com elevado grau de complexidade, integrando várias valências, desde a construção ao transporte e montagem. Com as nossas equipas, equipamentos e infraestruturas, garantimos a execução deste tipo de operações complexas com elevado sentido de responsabilidade e profissionalismo», comentou, na sequência da operação, Francisco Barbosa, Administrador da Navaltagus, empresa do Grupo ETE.

A operação contou com a utilização exclusiva de equipamentos do Grupo ETE (gruas, barcaças e navio), bem como de infra-estruturas concessionadas ao Grupo. Também o acompanhamento e intervenção, das equipas – altamente especializadas e preparadas para a condução de operações com grande exigência de coordenação, como esta -foi um factor determinante para o sucesso da operação.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com