Navigator

Navigator prepara-se para apostar em novas soluções no mercado do ‘packaging’

Empresas, Logística Comentários fechados em Navigator prepara-se para apostar em novas soluções no mercado do ‘packaging’ 293
Tempo de Leitura: 2 minutos

A empresa Navigator revelou que está pronta para apostar com firmeza na produção de novos produtos de packaging (embalagem), desenvolvendo assim uma nova área de negócio. A revelação foi feita durante a sessão de apresentação dos resultados do semestre.

Já conhecida pelas soluções de packaging (principalmente por via da produção de papel de embalagem para os seus próprios produtos, assim como papel para fabrico de sacos e cartolinas de embalagem), a empresa liderada por António Redondo gizou uma estratégia para avançar para a produção de novos produtos de packaging, «num segmento em grande crescimento e como resposta à necessidade sentida a nível mundial de diminuir o consumo de plástico, nomeadamente os plásticos de uso único, contribuindo para a redução da poluição dos oceanos».

De acordo com a reportagem do ‘Jornal de Negócios’, a Navigator está assim pronta para investir na disponibilização de papéis de embalagem mais seguros e higiénicos para a indústria alimentar sem os riscos de contaminação por substâncias perigosas, que a fibra reciclada pode conter, explicou a empresa. Segundo relata o jornal, a Navigator adiantou também ter feito já um pedido de registo da primeira patente e da primeira trademark, assumindo que pretende evoluir para os segmentos de flexible packaging, bags e kraftliner.

A companhia calcula atingir um «significativo» volume de papel para packaging vendido, antevendo, se tudo correr como esperado, um alargamento da oferta no ano que vem. A meta é aumentar gradualmente a produção até atingir cerca de 200 mil toneladas em 2025/2026. O investimento previsto nesta primeira fase para a produção destes produtos é de cerca de 10 a 12 milhões de euros, por ano, nos próximos anos.

Recorde-se que a Navigator obteve no primeiro semestre deste ano um resultado líquido de 64,4 milhões de euros, mais 46,3% do que os 44 milhões registados no mesmo período de 2020. Já do primeiro para o segundo trimestre de 2021 os lucros do grupo cresceram 74%, enquanto que comparativamente com o segundo trimestre do ano passado a subida chega aos 204,8%.

Fonte: Jornal de Negócios

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com