canal do panama

Navios de GNL que cruzam o Canal do Panamá aumentarão 50% nos próximos meses

Marítimo Comentários fechados em Navios de GNL que cruzam o Canal do Panamá aumentarão 50% nos próximos meses 984
Tempo de Leitura: 1 minutos

O número de navios que transportam gás natural liquefeito (GNL) tem aumentado significativamente no Canal do Panamá – de acordo com a Autoridade do Canal do Panamá (ACP), esta nova tendência deve-se sobretudo ao aumento das exportações de combustível norte-americanos verificado nos últimos meses. Espera-se que este aumento possa atingir os 50% nos próximos meses, revelou ainda a ACP.



A procura intensa pela alternativa do GNL tem-se afirmado como padrão emergente no transporte marítimo global e essa tendência irá, explicou Jorge Quijano (administrador da ACP), contribuir para o aumento exponencial do tráfego no Canal do Panamá – em grande parte, este novo paradigma deve-se à abundância do recurso (gás natural) nos Estados Unidos da América (EUA) e à crescente aposta nesta alternativa mais limpa que o fuel tradicional.

Canal do Panamá perto de atingir «a média de um navio por dia», diz ACP

«Estamos praticamente a atingir a média de um navio por dia», informou Jorge Quijano; no último trimestre de 2017, cerca de seis dezenas de navios (transportando GNL) cruzaram a passagem marítima do Panamá, face aos 43 registados no mesmo período de 2016. Segundo a ACP, a maioria desses navios são carregados nos EUA e destinam-se aos mercados do México, América do Sul e da costa do Pacífico.

A redobrada intensidade da actividade da empresa Cheniere Energy explica, na perfeição, esta nova tendência: a companhia de Houston gere instalações de GNL e tem expandido as suas operações (e exportações) e encontra-se já a construir um novo pólo operacional, em Corpus Christi, no Texas.



Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com