uirr

Nova Rota da Seda: tarifas da ferrovia cada vez mais competitivas face ao transporte marítimo

Terrestre Comentários fechados em Nova Rota da Seda: tarifas da ferrovia cada vez mais competitivas face ao transporte marítimo 519
Tempo de Leitura: 2 minutos

As tarifas referentes ao transporte ferroviário na Nova Rota da Seda são agora altamente competitivas em relação ao transporte marítimo- quem o garante é a United Transport and Logistics Company – Eurasian Railway Alliance (UTLC ERA), após análise e compilação de dados sobre o tráfego que atravessa a Rússia, Bielorrússia e Cazaquistão.

Diferença de tarifas é, actualmente, menos de 1000 dólares por contentor de 40 pés

A diferença de tarifas entre o transporte de contentores por via ferroviária e marítima é, actualmente, menos de 1000 dólares (cerca de 875 euros, mais especificamente) por contentor de 40 pés, concluiu a UTLC ERA, empresa responsável pela grande maioria do tráfego ferroviário da Eurásia na rede de bitola larga da Nova Rota da Seda.

Segundo o presidente da UTLC ERA, Alexey Grom, a empresa reduziu a taxa complexa em 30% – «O saldo dos fluxos de contentores leste-oeste e oeste-leste serviu como um dos principais factores de redução de custos e permitiu-nos operar uma redução da taxa complexa para o cliente em quase 30% desde 2015».

«A taxa era de 3800 dólares (3323 euros) e passou para os 2750 dólares (2405 euros). E será ainda menos, já que o número de cargas em trânsito está a aumentar», adiantou Grom. Antes, apenas 50 em cada 100 contentores enviados da Ásia para a Europa regressavam. «Actualmente, a percentagem é significativamente maior. No final deste ano, a UTLC ERA espera que seja de 75%», revelou.

Tráfego na Nova Rota da Seda pode crescer até cerca de 60%, adiantou Alexey Grom

O UTLC ERA espera assistir a um aumento de 60% do tráfego na Nova Rota da Seda: de acordo com os números de 2018, a operadora prevê um crescimento de 350 mil TEU em 2019. «Levando em conta as economias de custo adicionais devido a um tempo de entrega mais curto, a ferrovia pode ser uma óptima solução para um número ainda maior de clientes no futuro», justificou Grom.

«O mercado é tão grande que há espaço suficiente para todos. Anualmente, apenas entre o Sudeste Asiático e a Europa, são transportados cerca de até 23 milhões de TEU, maioritariamente por via marítima», lembrou Grom.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com