Novo edifício de logística industrial marca actividade do MARB no segundo trimestre de 2019

Empresas, Logística Comentários fechados em Novo edifício de logística industrial marca actividade do MARB no segundo trimestre de 2019 336
Tempo de Leitura: 2 minutos

Em tempo de balanço do segundo trimestre do ano, um dos grandes destaques do período foi, para o Mercado Abastecedor da Região de Braga (MARB), a entrada em funcionamento de um novo edifício dedicado à logística industrial, em Abril passado.

De acordo com o Relatório de Execução Orçamental, agora aprovado, o novo espaço – concessionado à Rangel Logistic Solutions, para operar com a Bosch – regista «um impacto significativamente positivo, quer no volume de negócios, quer na dinâmica do Mercado».

Nas restantes edificações a taxa de ocupação manteve-se em linha com a registada no final de 2018. «Comparativamente a igual período do ano passado, situa-se em linha na generalidade dos espaços, sendo apenas de referir uma ocupação ligeiramente acima nos escritórios do Pavilhão de Grandes e Médios Grossistas e abaixo na ocupação dos espaços vedados do Pavilhão Misto», pode ler-se no documento.

EBITDA do MARB influenciado pela evolução nos rendimentos operacionais

Neste segundo trimestre, o EBITDA do MARB ascendeu a 228,6 milhares de euros, acima do trimestre homólogo de 2018 e do planeado para o período em referência, respectivamente em 107,7 milhares de euros (+89,1%) e 13,3 milhares de euros (+6,2%), maioritariamente impactado pela evolução nos rendimentos operacionais, que cresceram 89,8 milhares de euros (+29,1%) por força do início de actividade do novo pavilhão.

Gestora do mercado bracarense com margens operacionais positivas

O EBIT ascendeu a 169,1 milhares de euros, registando um desvio favorável face ao segundo trimestre de 2018 e ao planeado para este segundo trimestre, respectivamente 65,1 milhares de euros (+62,6%) e 5,6 milhares de euros (+3,4%). A empresa gestora do Mercado bracarense apresenta, assim, margens operacionais positivas de 57% e 37%, respectivamente ao nível do EBITDA e do EBIT, que compara com 39% e 33% no período homólogo de 2018.

O resultado líquido ascendeu a 123,6 milhares de euros, situando-se acima do período homólogo do ano anterior e do PAO2T19, respectivamente em 39,6 milhares de euros (+47,1%) e 19,8 milhares de euros (+19,1%). De acordo com o Relatório de Execução Orçamental relativo a este segundo trimestre de 2019, os rendimentos operacionais do MARB ascenderam a 398,4 milhares de euros, em linha com o planeado (+0,6 m€) e acima do segundo trimestre do ano passado em 89,8 milhares de euros (+29,1%), na sequência da entrada em funcionamento do novo pavilhão.

Os rendimentos representativos do core business, as taxas de utilização, com um peso relativo na estrutura dos rendimentos operacionais de 90%, ascenderam a 357,2 milhares de euros, situando-se em linha com o planeado e acima do período homólogo de 2018, em 87,6 milhares de euros (+32,5%), sendo o desvio face ao ano anterior justificado essencialmente pela ocupação do novo edifício (84,2 m€).

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com