dhl express tendências avião

Acordo para construção do terminal da DHL em Lisboa fechado «nas próximas semanas»

Aéreo Comentários fechados em Acordo para construção do terminal da DHL em Lisboa fechado «nas próximas semanas» 482
Tempo de Leitura: 3 minutos

A Revista Cargo já aqui tinha noticiado que a DHL Express prevê iniciar a construção do seu novo hub no aeroporto de Lisboa ainda na primeira metade deste ano, citando declarações de Américo Fernandes (Director geral da DHL Express Portugal) ao “Dinheiro Vivo”. Agora, é a vez de John Pearson, Presidente Executivo da DHL Express Europe, admitir que prevê obras no terreno até Julho.

[themoneytizer id=”16239-1″]

Em declarações à comunicação social, durante a inauguração do novo hub da DHL Express em Bruxelas, o responsável da DHL Express Europe admite que acordo para a construção do novo terminal da DHL no aeroporto de Lisboa deve ser fechado «nas próximas semanas», com as obras a iniciarem-se ainda no segundo trimestre, avança a Lusa.

«Neste momento estamos numa fase final de negociações, de ultimação de detalhes técnicos e de licenças prévias com a Câmara Municipal de Lisboa, que um investimento desta natureza exige. Esperamos ter uma aprovação e o acordo nas próximas semanas e prevemos iniciar as obras no segundo trimestre de 2018 para que em 2020 este hub esteja operacional», referiu ainda à Lusa John Pearson.

Investimento estruturante para ligar Lisboa a África

John Pearson refere ainda que este investimento de 30 milhões de euros é estruturante para a DHL Express e para Portugal, dado que permitirá posicionar o país como um verdadeiro hub de distribuição de carga para o Norte de África, Angola, Moçambique e Brasil, «mercados que representam um movimento de carga diário muito elevado, assim como grandes vantagens económicas para o país, para o aeroporto de Lisboa e para as empresas exportadoras portuguesas».

«Actualmente, esta carga está a ser movimentada por outros aeroportos europeus. Queremos, com a construção deste hub, igualar Portugal aos principais centros de negócios mundiais, assim como aumentar a competitividade das empresas portuguesas a nível internacional», acrescentou.

Processo arrasta-se há bastante tempo

As negociações com a ANA, empresa gestora dos aeroportos portugueses, e com o Governo para a aquisição ou aluguer de um terreno para a construção de um novo hub, à semelhança do investimento realizado no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, arrastaram-se durante vários anos.

O investimento previsto que começou por ser de 10 milhões de euros foi entretanto revisto para cerca de 30 milhões de euros.

«Desde a manifestação de intenção deste investimento em Portugal por parte da DHL Express, em 2014, registámos um crescimento muito significativo do nosso negócio pelo que foi necessária uma adaptação do projecto para conseguirmos dar resposta às necessidades actuais e previstas. Prevemos com este investimento, que será superior a 30 milhões de euros, praticamente duplicar, no espaço de três a quatro anos, a actual capacidade de manuseamento de 25 para 40 toneladas diárias de envios», explicou John Pearson.

18 milhões de investimento para Portugal previstos para 2018

O presidente executivo da da DHL Express Europa, que visitará Portugal na próxima semana, indicou ainda que, para este ano, o gigante da logística tem previsto um investimento de cerca de 18 milhões de euros para Portugal, que consideram já o início da construção do hub, mas também investimento em infraestruturas e equipamento operacional.

Com Lusa.



Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com